sábado, novembro 05, 2011

Peixe Panga


Estou repassando estas informações que recebi por e-mail enviado pela Maria Bernadete.
Eu já comi este peixe e ele era um dos que a turma do Enfrades comia, de vez em quando, na nossa cervejinha de todas as quintas-feiras.
A partir destas informações, logicamente, não comerei mais e, como foi escrito abaixo, o panga até que é gostoso.

Procure se informar mais pesquisando na Internet.

Já conhecia a fama do bicho. Almoçava em um restaurante que servia este peixe. A cor é bem branca e é até saboroso, macio, sem espinhas bem temperado desce até bem. O dia em que perguntei o nome do peixe, o proprietário me disse "panga"!!! Na hora me deu uma sensação estranha, mesmo sem saber a origem do mesmo. Depois pesquisei na internet e achei varias matérias detonando o mesmo. Agora, será que a saúde sanitária deixaria um alimento destes entrar no país e ser vendido em supermercados com preço atraente, sabendo dos riscos????
Será que os peixes vendidos nas vitrines de açougues no Brasil que dizem serem criados em cativeiros também não merecem uma fiscalização mais rígida???
 
R e p a s s a n d o  -  MUITO GRAVE

Depois de importar lixo hospitalar dos Estados Unidos: lençóis usados por veteranos de guerra nos EUA viram roupa de cama em hotel de Pernambuco...

Outra barbaridade com o povo brasileiro...

Os nossos supermercados, estão importando, da Ásia, graças à globalização, o peixe chamado panga.

É caso de polícia... Leiam e tirem  suas conclusões!!!!

Caros amigos,

Em algumas oportunidades tive o desprazer de observar o malfadado peixe branco, sempre servido em self-services e/ou "à la carte."
(Entre os restaurantes onde pode ser encontrado, o cliente faminto terá mais opção do que se pensa em self-services).

Em um self-service, tive a curiosidade de ver melhor o peixe no meu prato.
Ao abrir a posta do peixe, notei que a massa estava impregnada de filamentos. Encostei o prato, retirei parte do peixe para o guardanapo e levei para análise. Os filamentos, na verdade, eram vermes de até dois cm. 

PANGA ou PEIXE-GATO
Procurei me informar, lá mesmo no caixa, sobre a origem do peixe e fui informado que se tratava de peixe asiático.

Após análise da porção amostrada, tirei minhas conclusões que são coincidentes com as informações prestadas:

- peixe asiático de água doce, proveniente de rios extremamente poluídos de excrementos, dejetos e toda sorte de poluição biológica, física e química devido, entre fatores diversos, à maciça ocupação de barcos que servem de vias e moradias que constituem aglomerados populacionais de pessoas carentes de serviços sanitários e salutares.
Esse ambiente condiciona, por si só, o desenvolvimento e procriação de víveres adaptados a esse habitat degenerativo.

O nível de poluição dessas águas é de tamanha magnitude e as próprias pessoas que, por lá vivem, têm nojo e repugnância dos víveres dessa água. Essas condições associadas viabilizam a proliferação exacerbada de peixes que ressalta, aos olhos dos especuladores inescrupulosos que conseguem com tremenda facilidade realizar farta e rentável "pescaria" para a venda dos seus produtos no terceiro mundo afora - de quebra no Brasil.

ASAE - SOCIEDADE AMERICANA DE ENGENHEIROS AGRÔNOMOS - Peixe Panga - PERIGO para a SAÚDE PÚBLICA

Há pouco tempo descobri um novo peixe, aparentemente perfeito: filetes muito branquinhos, frescos ou congelados, sem espinhas e a bom preço no supermercado. Claro que decidi experimentar.

A minha primeira impressão do sabor do peixe não foi a melhor (embora fosse a única a encontrar algo estranho, pois é um sabor muito tênue...)
Hoje voltei a comer, e tal como da primeira vez que provei este peixe, não melhorou a impressão do sabor.
Acabei de almoçar e pesquisei e encontrei o texto que envio abaixo.
NOTA - achei por bem enviar, porque muitos de vocês já terão provado e gostado...


O panga é um peixe de cultura intensiva/industrial no Vietnam, mais exatamente no delta do rio Mekong e está a invadir o mercado devido ao seu preço.

Eis o que deve saber sobre o Panga:

Os pangas estão infestados com elevados níveis de venenos e bactérias. (arsênio dos efluentes industriais e tóxicos e perigosos subprodutos do crescente setor industrial, metais pesados, bifenilos policlorados (PCB), o DDT e seus (DDTs), clorato, compostos relacionados (CHLs), hexaclorocicloexano isómeros (HCHs), e hexaclorobenzeno (HCB).

O rio Mekong é um dos rios mais poluídos do planeta.
(Na guerra do Vietnã o último recurso americano foi jogar o "agente laranja" (desfolhante e cancerígeno).

Não há nada de natural nos pangas - Eles são alimentados com restos de peixes mortos, ossos e de solo seco, transformados numa farinha, com mandioca e resíduos de soja e grãos. Obviamente, este tipo de alimentação não tem nada a ver com a alimentação num ambiente natural.

Ela não faz do que assemelhar-se ao método de alimentação das vacas loucas (vacas que foram alimentadas com vacas, lembra-se?).
A alimentação dos pangas está completamente desregulada..
O panga cresce 4 vezes mais rápido do que na natureza. Além disso os pangas são injetados com PEE (alguns cientistas descobriram que se injetassem as fêmeas pangas com hormônios femininos derivados de desidratado de urina de mulheres grávidas, a fêmea panga produziria os seus ovos muito rapidamente e em grande quantidade, o que não aconteceria no ambiente natural (uma panga passa a produzir assim aproximadamente 500.000 ovos de uma vez).
Basicamente, são peixes com hormônios injetáveis (produzidos por uma empresa farmacêutica na China) para acelerar o processo de crescimento e reprodução. Isso não pode ser bom.

Ao comprar pangas estamos colaborando com empresas gigantes sem escrúpulos e gananciosas que não se preocupam com a saúde e o bem-estar dos seres humanos.

Este comércio está sendo aceito por países que os vendem ao público em geral, sabendo que estão vendendo produtos contaminados.

Nota: devido à prodigiosa quantidade de disponibilidade de Pangas, este irá acabar em outros alimentos: surimi (alimentos com pasta de peixe), peixe terrines e, provavelmente, em alguns alimentos para animais. (cães e gatos!)
Diz-se que comer peixe é bom para a saúde, mas eu já começo a duvidar de tudo!!!!

Um comentário:

  1. Eu que, não época, publiquei esta postagem um pouco sem conhecimendo de causa (mandaram para mim) já comi este peixe várias vezes e vou continuar comendo e achei muito gostoso.

    ResponderExcluir