quarta-feira, maio 11, 2011

Nova diretoria da CNBB - Conferência Nacional dos Bispos do Brasil


Nós, participantes do ENFRADES - ex-seminaristas franciscanos, a Província de Santa Cruz, a cidade de Carmópolis e todos os amigos de Dom Belisário estamos alegres com a sua eleição para o cargo de vice-presidente da CNBB. Parabéns, dom Belisário, e que o Divino Espírito Santo o ilumine nesta sua nova função. Um sonoro "Io vivat" em sua homenagem.
Ter, 10 de Maio de 2011 17:49 / Atualizado - Ter, 10 de Maio de 2011 18:03 por: cnbb
A CNBB elegeu, entre ontem e hoje, sua nova Presidência para dirigir a entidade no próximo quadriênio (2011-2015). Esta será a 15ª Presidência da CNBB que, no próximo ano, comemorará 60 anos.
O novo presidente, cardeal Raymundo Damasceno Assis, foi eleito no segundo escrutínio com 196 votos. Atual arcebispo de Aparecida, que acolhe pela terceira vez a Assembleia da CNBB, dom Damasceno acumula a experiência de dois mandatos como secretário geral. Até julho, ele é também o presidente do Conselho Episcopal Latino-americano (Celam).
O vice-presidente, dom José Belisário da Silva, também se elegeu no segundo escrutínio com 215 votos. Dom Belisário é arcebispo de São Luís, no Maranhão, e presidiu, nesta Assembleia dos Bispos, a Comissão das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil, aprovadas pouco antes de iniciar o processo das eleições.
O secretário geral, dom Leonardo Ulrich Steiner, bispo da prelazia de São Felix (MT) foi o único, até agora, a ser eleito no primeiro escrutínio. Ele teve 202 votos. Integrou, no ano passado, a Comissão das Diretrizes para a formação presbiteral e, neste ano, foi membro das Comissões das Diretrizes para a Evangelização.
A missa da sexta-feira, 13, última da Assembleia, será presidida pelo novo presidente da CNBB, ladeado pelo vice-presidente e pelo secretário, além dos novos presidentes das 12 Comissões Pastorais da CNBB, também eleitos na Assembleia.
A  posse da nova Presidência ocorre na sexta-feira, 13, pela manhã, na sessão de encerramento da 49ª Assembleia da CNBB, no Centro de Eventos Padre Vitor Coelho, no pátio do Santuário Nacional de Aparecida. Após a posse, a Presidência dará sua primeira coletiva de imprensa.
Ter, 10 de Maio de 2011 12:15 / Atualizado - Ter, 10 de Maio de 2011 17:48 por: cnbb
 
O arcebispo de São Luís (MA), dom José Belisário da Silva é o novo vice-presidente da CNBB. Ele foi eleito na manhã de hoje, no segundo escrutínio, com 215 votos, durante a 49ª Assembleia da CNBB, que acontece em Aparecida (SP), desde quarta-feira, 4.
Na primeira votação, dom Belisário alcançou 167 votos, mas eram necessário 183, equivalentes a dois terços do total de 274 votantes. Em segundo lugar ficou o arcebispo de Londrina (PA), com 18 votos.
Dom Belisário presidiu a Comissão que elaborou as novas Diretrizes da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (DGAE), aprovadas ontem pela Assembleia.

Biografia no novo vice-presidente
Dom Belisário nasceu em 1945, em Carmópolis (MG). Foi ordenado padre em 1969 e bispo (2000) em sua terra natal.

Estudou Filosofia no Convento São Boaventura, em Daltro Filho (RS) e Teologia, no Instituto Central de Filosofia e Teologia da Universidade Católica de Minas Gerais.

Foi vigário Paroquial, Reitor do Seminário Santo Antônio de Santos Dumont (MG), Definidor e Ecônomo Provincial, Professor de disciplinas em nível de 2º grau, professor de Psicologia Educacional em nível de 3º grau, Formador e Mestre de frades de profissão temporária. Antes de ser nomeado arcebispo de São Luiz, dom Belizário foi bispo de Bacabal (MA) de 2000 a 2005.

Seu lema episcopal é: “Invisibilem Tamquam Videns” (Como se visse o invisível) .
Dom Belisário quando era reitor do Seminário Seráfico Santo Antônio, em Santos Dumont. O magrelo, na frente, é o Afonso Resende (Proveta)

Ex-seminaristas franciscanos, participantes do Enfrades, cantando, em gregoriano, na missa de sagração episcopal de Dom José Belisário, em Carmópolis de Minas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário