terça-feira, novembro 02, 2010

Dia de Finados: dia dos mortos

Hoje, 2 de novembro, se celebra mais um “Dia de Finados”. Diante da importância da data, preparamos um especial contando um pouquinho sobre ela, e a sua difusão ao longo dos anos. Boa leitura!

A origem
Segundo estudiosos, o hábito de se venerar os mortos tem origem no século 1º. Já naquele período, os cristãos passam a visitar os túmulos dos mártires para rezar. Já a partir do século 5º, é adotada uma data específica pela Igreja, que de acordo com a tradição, seria dedicada a lembrança daqueles que partiram.

02 de novembro
Afinal, porque a data é comemorada no dia 02 de novembro? Bom, segundo historiadores, a escolha do segundo dia deste mês não foi por acaso. Um dia antes, no dia primeiro, é celebrado o “Dia de todos os Santos”, no qual se celebra todos aqueles que morreram em estado de graça, mais que não receberam a canonização. Já no dia 02, é prestada uma homenagem, digamos assim, para aqueles que não morreram em estado de graça total, mais sim, que se encontram em estado de purificação.

Curiosidades
- Dentro do cristianismo, o Dia de Finados ganharia outra conotação, e a data seria conhecida como “a lembrança dos fiéis defuntos”.
- A diferença está na origem dos termos. Finado, em sua origem, indica aquele que finou, ou seja, que partiu. Por sua vez, o termo defunto, tem sua origem na palavra “defungor”. Em outras palavras, aquele que cumpriu plenamente uma missão.
- Dentro desse contexto, o Dia dos Fiéis Defuntos, segundo a igreja, é a data para celebrar o cumprimento da missão das pessoas que já faleceram, e ainda, uma chance, através de orações, para que a alma desta possa descansar junto ao criador.
- Para os católicos, o dia é celebrado com muitas orações, e com a presença de velas em diversos ambientes da casa. Na data, muitas famílias evitam ligar o rádio ou mesmo a televisão.
- Diferente de outros países, no México, país da América Central, o dia é celebrado com festa. Na ocasião, são preparados verdadeiros banquetes nas casas das pessoas. Diz a lenda, que no período, Deus permite que os mortos possam voltar a Terra, e dessa forma, reencontrar seus parentes.

Crendices
- Segundo a tradição, em seus momentos finais, é indicado que a pessoa segure uma vela em uma das mãos.
- Quatro velas devem ser acessas para o defunto, nunca três.
- Não se deve trazer terra do cemitério para a casa..
- Durante uma sessão de fotos, evite fazer retratos em trio. Segundo a lenda, a pessoa do centro pode ser a próxima a falecer.
- Não se deve beijar os pés do defunto, quem o fizer corre o risco de morrer logo em seguida.
- Quando a pessoa tem um tremor, é porque a morte passou perto dela. Diante disso, procure bater três vezes na madeira.

OBS.: Estas informações foram tiradas da página do Minilua que tem muitas informações interessantes.
Em homenagem aos parentes e amigos falecidos aqui vai o vídeo com a Marcha Fúnebre de Chopin.
Ouça, também, esta oração pelos mortos feita em canto gregoriano pelos Monges do Mosteiro de Nórcia, na Itália.

Um comentário:

  1. Fique por dentro de tudo o que acontece no universo da música católica no Brasil e no Mundo. Leia o blog: MCC - Músicos Cristãos Católicos. Notícias, entrevistas novos talentos musicais, dicas e muito mais.Acesse: www.musicoscristaoscatolicos.blogspot.com
    Veja também nosso site: www.mccproducoes.webnode.com.br

    ResponderExcluir