segunda-feira, abril 19, 2010

Artigo do Rosário: Indivíduo

Em homenagem ao Rosário, nosso amigo do ENFRADES - ex-seminarista franciscano - que está aniversariando hoje, aí vai mais um artigo enviado por ele e que estava perdido no meio do mundo de e-mails. Parabéns, Rosário.

Paz plena...
Companheiros de vida do ENFRADES, um grande abraço.
Eis mais um artigo, que foi publicado hoje. Eu divulgo aqui o meu artigo original, mas no jornal o editor sempre faz algumas alterações. No caso de hoje, entre várias pequenas alterações, mas uma mudou todo o sentido do que escrevi. Vejam, eu escrevi:
"O futuro da sociedade irá depender de seus indivíduos, então as mudanças têm que acontecer nos indivíduos" e no jornal saiu publicado assim: "O ser futuro irá depender de seus indivíduos, então as mudanças têm que acontecer nos indivíduos".
Quando disse que existem diferenças entre os seres: uns são egoístas e outros altruístas. Deixei a pergunta sobre o porquê das diferenças, já que Deus não faz acepção de pessoas. A razão das diferenças está na evolução de cada ser criado, pois uns já aprenderam em vidas passadas a AMAR de verdade e outros ainda não, estes então buscam primeiro os interesses deles.
Vou dar um exemplo: Francisco de Assis renunciou a própria herança e foi viver conforme os ensinamentos do Evangelho e Francisco foi canonizado como santo pela ICAR e durante a vida de Francisco de Assis 7 pessoas ocuparam o trono do papa em Roma e nenhum deles foi canonizado como santo pela própria ICAR.
Paz plena... Rosário.

232 – Indivíduo. (Mudanças têm que ocorrer nos indivíduos) - publicado em 27/10/2009.
Enquanto lia o artigo: “Individualismo só tem futuro se integrado com a sociedade”, do teólogo Leonardo Boff (Opinião 23/10), ia também pensando como é difícil entender o gênero humano.
Qualquer indivíduo é um elemento ou um ser da sociedade. A sociedade só existe porque o número dos indivíduos cresceu muito, então o indivíduo existe sem a sociedade, mas a sociedade só pode existir por causa da existência dos indivíduos. O futuro da sociedade irá depender de seus indivíduos, então as mudanças têm que acontecer nos indivíduos.
Os indivíduos são seres criados. Existem seres egoístas e altruístas e por que estas diferenças? Deus não faz acepção de pessoas, então cria todos iguais, mas as diferenças existem e de onde então vêm? Os seres egoístas antes de conquistarem o poder sempre falam em defesa do povo, igualdades de condições para todos, mas após conquistarem o poder viram a mesa imediatamente e o povo para eles vira um lixo, pois eles alcançaram o luxo. Os seres altruístas, aqueles que amam de verdade, deram e dão a vida pelos seus, nunca mudam de lado, quando recebem o poder.
Cada sociedade tem um processo específico de entregar o poder a um de seus indivíduos e pode ser por meio do nascimento ou de eleição, que também tem as suas leis específicas. Quem já atuou de forma contrária às leis da sociedade e contra os seus líderes, querendo ou não tomar o poder deles, nunca serve para ser um bom e verdadeiro líder. O líder pode ter muitos nomes: chefe, comandante, prefeito, governador, presidente, rei, papa e até mesmo Deus.
Só poder conquistado ou recebido dentro do processo normal pode conduzir uma sociedade para um porto seguro.
Rosário Américo de Resende, ex-professor da UFMG. Belo Horizonte, 23/10/2009.

Ouça esta bela música com cenas do filme "A Paixão de Cristo".


Conheça a minha página sobre Canto Gregoriano. Visit my Gregorian site.

Nenhum comentário:

Postar um comentário