domingo, dezembro 06, 2009

Falecimento de Hélcio Rezende

Depois o Tachinha ligou para o celular dele esperando que o mesmo fosse atender lá do céu, mas ele deixou o aparelho aqui na terra com o filho dele que me informou sobre o falecimento do mesmo no dia 10 de novembro, de enfarte.
O Hélcio era veretinário e já tinha tido vários problemas de coração (ponte de safena e outros 3 enfartes) antes e volta-e-meia aparecia no finalzinho da nossa cervejinha, vindo da casa da namorada (ele era viúvo) e mesmo com todos estes problemas estava sempre alegre e ao ser questionado porque continuava tomando a sua pinguinha acompanhada de torresminhos e carne com gordura e dizia que era "para ter vida de primeira e morte de segunda".
Ele participou de três encontros nossos lá em Santos Dumont e abaixo estão algumas fotos em homenagem a este grande amigo.
Nesta semana deve ser celebrada a missa de 30º dia de seu falecimento e assim que tiver notícias informarei aos amigos do Enfrades.
Descanse em paz, amigo, e que Deus conforte toda a sua família e a nós, seus amigos.

Hélcio, veja aí de cima uma pequena lembrança e homenagem nossa pela sua alegre presença física entre nós. Estas fotos são do encontro de 2005, em Santos Dumont.. Clique nas fotos para ampliá-las.



Hélcio no refeitório

Celso Amaral, Gabriel Vale (palestrista) e Hélcio



Foto geral - Hélcio de camisa verde

Grilo, Tostão, Carlos Magno, Canela, Hélcio e Siri

Siri, Hélcio, Renê, Kiko Lara, Tampinha, Marcelo e João Campos


Grilo, Carlos Magno, Canela, Hélcio, Siri e João Bosco


Hélcio, Renê, Marcelo, Zanoli e Holandês

Juarez, Pablo (filho do Ronald), Hélcio e Siri

Um comentário:

  1. Eu Luciano Belo Rezende agradeço primeiramente a Deus por te me dado um "Pai" super especial e que pude contar sempre durante a minha caminhada, e em segudo lugar agradeço o carinho de todos os seus amigos seminaristas, tenho a certeza que ele será fonte de inspiraçao e de exemplo de vida para muitos aqui na terra.

    Abraco a todos vocês seminaristas.

    ResponderExcluir