terça-feira, janeiro 13, 2009

Artigo do Rosário: Aborto

Leia abaixo mais um artigo do Rosário que estava perdido no meio dos e-mails.

Paz plena...
Companheiros do ENFRADES, um abraço.
Hoje foi publicado mais um artigo meu no jornal O TEMPO, existem algumas pequenas alterações, mas uma mudou a minha visão sobre Deus e está em P. S. após o artigo.
Digo isso porque a maioria das pessoas ainda não sabe quem é ou o que é Deus. Muitos confundem Deus com a "Espiritualidade ou com o conjunto de todos os espíritos" e ainda existem aqueles que confundem Deus com o imenso conjunto cósmico, no qual tudo está contido e nada existe fora desse conjunto, que é também o TODO. E assim podemos entender a famosa afirmação de Santo Tomás de Aquino: "o que afirmamos de Deus é sempre mais equivocado que correto, pois sabemos mais o que Deus não é do que ele é".
Paz plena... Rosário.

203 - Aborto (Abortar é um ato contra uma vida indefesa) - publicado em 30/07/2008.

O aborto é um ato contra a vida de um ser ainda indefeso e que não pediu para estar no útero de sua mãe, então é uma ação contrária ao mandamento "Não Matarás" (Dt 5, 17). Cada aborto pode ter várias causas e poderá gerar muitos efeitos. Cada caso é um caso único e será analisado em função do próprio ente abortado e de todos aqueles que estão envolvidos com o mesmo. Existem os abortos naturais e os provocados, mas estes sempre são atos contrários à vida e ao amor.

Existem abortos provocados pela rejeição entre o ente reencarnante com a vibração de sua futura mãe e outros abortos são causados por obsessores.

Quem faz o aborto comete um ato de violência contra a vida de um novo ser, mas pode ter sido levado a esse ato por variáveis tão complexas, que as conseqüências poderão ser amenizadas. Já quem faz o aborto em outras pessoas como um ato profissional terá maiores complicações com a justiça perfeita no futuro. Se essa pessoa for um médico, seus problemas com a lei perfeita serão maiores, pois os profissionais da medicina foram preparados para defender a vida e não para destruir vidas.

Quem defende a legalização do aborto pode estar cometendo maiores danos e crimes perante a lei da vida e da evolução do que aqueles que abortam e fazem abortos, pois os defensores da legalização transformam atos criminosos e vis em atos legalizados e aceitos como corretos. Cada um colhe aquilo que plantou e está semeando para futuras colheitas. E o aborto não é uma semente de uma boa colheita.

Rosário Américo de Resende, ex-professor da UFMG. Belo Horizonte, 25/07/2008.


P. S.: Existem algumas mudanças, que não mudam o sentido da idéia do que escrevi, mas existe uma mudança que altera o sentido do meu ponto de vista e é essa: "Já quem faz o aborto em outras pessoas como um ato profissional terá maiores complicações com a justiça perfeita no futuro" e no jornal foi publicado: "Já quem faz o aborto em outras pessoas como um ato profissional terá maiores complicações com a justiça de Deus no futuro". Essa mudança continua mostrando um "DEUS", que julga e condena como um severo juiz, mas "DEUS" é bom para com todos e respeita plenamente a liberdade de todos. Logo não podemos falar em justiça de Deus, mas temos que falar em justiça perfeita, espiritual e ou, até mesmo, planetária ou sideral.

Nenhum comentário:

Postar um comentário