sexta-feira, novembro 07, 2008

Estiveram presentes na cervejinha desta quinta-feira: Frei Cristóvão, Dante (Elefante), Tachinha, Paulo Petermann, Valjean (Canela), José Derval, Geraldo Majella Garrocho (Chico Tripa), José Lembi (Pelado), Manoel Gomes (Seriema), Quinho (filho do Cri), Antônio Márcio (Bangalão).

Na postagem da cervejinha do dia 23 de outubro, o Tachinha, talvez por ter bebido umas cervejinhas a mais e já estivesse vendo duas pessoas numa só, colocou o "nome" dele duas vezes e a Luciana, uma das leitoras do Blog, colocou este comentário:

"Taxinha, pela relação dos participantes da "Cervejinha de quinta feira dia 23 de outubro" você se multiplicou em dois (veja relação). Como pode?, você tão pequenino e com o apelido de Taxinha conseguiu esta proeza?"

Depois desta bebedeira toda veja o vídeo abaixo do "Homem Buzina" tocando um pot-pourri de músicas clássicas de uma maneira diferente.

Perguntas sem respostas, ou você sabe as respostas?

Leia abaixo algumas perguntas sem respostas, ou será que alguém sabe algumas delas?

Estas perguntas eu não me lembro de onde tirei ou quem mandou para mim.

Enquanto você lê as perguntas vá escutando a música Lacrimosa, gravada pelo grupo Lësiem - veja a página na Internet - que canta rock em estilo gregoriano e já gravou 4 CDs.




*Como se escreve zero em algarismos romanos???

* Por que os Flintstones comemoravam o Natal se eles viviam numa época antes de Cristo??

* Por que os filmes de batalha espaciais tem explosões tão barulhentas, se o som não se propaga no vácuo???

* Se depois do banho estamos limpos porque lavamos a toalha???

* Como é que a gente sabe que a carne de chester é de chester se nunca ninguém viu um chester??? (você já viu um chester? )

* Por que quando aparece no computador a frase "Teclado Não Instalado", o fabricante pede para apertar qualquer tecla???

* Se os homens são todos iguais, por que as mulheres escolhem tanto???

* Por que a palavra "Grande" é menor do que a palavra "Pequeno"???

* Por que "Separado" se escreve tudo junto e "Tudo junto" se escreve separado???

* Se o vinho é líquido, como pode existir vinho seco???

* Por que as luas dos outros planetas têm nomes, mas a nossa é chamada só de lua???

* Por que quando a gente liga para um número errado nunca dá ocupado???

* Por que as pessoas apertam o controle remoto com mais força, quando a pilha está fraca???

* O instituto que emite os certificados de qualidade ISO 9002, tem qualidade certificada por quem???

* Quando inventaram o relógio, como sabiam que horas eram, para poder acertá-lo???

* Se a ciência consegue desvendar até os mistérios do DNA, porque ninguém descobriu ainda a fórmula da Coca-Cola???

*Como foi que a placa "É Proibido Pisar na Grama" foi colocada lá???

* Por que quando alguém nos pede que ajudemos a procurar um objeto perdido, temos a mania de perguntar: "Onde foi que você perdeu"???

* Por que tem gente que acorda os outros para perguntar se estavam dormindo???

* Se o Pato Donald não usa calças, por que ele amarra uma toalha na cintura quando sai do banho???

quarta-feira, novembro 05, 2008

Cervejinha de quinta-feira: dia 30 de outubro de 2008.

Na cervejinha da quinta-feira da semana passada estiveram presentes: Tachinha, Frei Cristóvão, Amaury, Aloísio Tirado (Jaó), Afonso Resende (Proveta), Paulo Petermann, Antônio Márcio (Bangalão), Valjean (Canela) e a presença ilustre de Dom José Belisário, arcebispo de São Luís, que estava de passagem por Belo Horizonte.

Artigo do Paulo Botelho: Por uma sintaxe ambiental.

Leia abaixo mais um artigo enviado pelo Paulo Botelho (Debanda)

POR UMA SINTAXE AMBIENTAL


Por Paulo Botelho


Aquele vagão da Linha Norte-Sul do Metrô paulistano estava apinhado de gente naquele calorento início de tarde de terça-feira. Um grupo animado e irreverente de jovens secundaristas voltava das aulas. Um deles, alto e forte, acabara de obter a última mãozada de pipocas saídas de um enorme saco e que ele enfiara de uma só vez na boca. Desembarco quase junto a eles pela plataforma da Estação Saúde rumo à escada rolante. No percurso, o rapaz alto e forte, joga o saco amassado no chão. Apanho-o e coloco-o numa das inúmeras lixeiras da Estação. Chamando-me de “tio”, mas furioso como um javali, o rapaz me interpela já no topo da escada querendo saber o porquê daquela minha atitude. – Quase disse a ele que não tenho irmã prostituta! Porém, não lhe disse nada; deixei-o abestalhado, segurando a sua pesada bolsa do cursinho Etapa. – E segui pensando no porquê daquele rapaz alto e forte. Mas, contudo, de uma maneira recorrente, me veio à mente o rio Tietê que continua sendo uma fossa a céu aberto, aqui em São Paulo. Para salvá-lo teríamos que começar a despoluir os córregos que deságuam nele. Tarefa difícil. A maioria desses córregos está tamponada. Os paredões de concreto construídos ao longo da Marginal dão apenas um toque visual que imita os rios europeus, com uma diferença: lá os rios estão vivos, cristalinos, verdadeiros. Aqui tal “tarefa ecológica” tem outro nome: imbecilidade científica, técnica, administrativa e social do governo do Estado de São Paulo. – E pensar que, paradoxalmente, o nome Tietê significa verdadeiro em Tupi-Guaraní!

Mia Couto, escritor moçambicano, em seu livro “O Último Vôo do Flamingo” tenta entender o que aconteceu com o seu país cuja história coletiva foi consumida pela ganância dos poderosos e pela ignorância cívica de seus habitantes. Ele relata a história dos flamingos que desapareceram, para sempre, de Moçambique; justamente esses pássaros reconhecidos como eternos anunciadores da esperança.

Matam-se animais hoje mais do que se matava no tempo de Joaquim de Luna Miranda Couto, meu bisavô, poeta e ecologista mineiro. E com mais pressa. Ainda hoje o boi morre com marretadas na testa ou de sangria na carótida!

Estabelecer uma sintaxe ambiental é uma questão de vida ou morte. Os riscos globais, a extinção gradativa de espécies de animais e vegetais – seja decorrente de causas naturais ou de ações de degradação humana – assim como a resolução de novas necessidades, deixam claro que o fenômeno biológico e suas manifestações sobre o planeta Terra estão perigosamente alterados. – Em decorrência, a preocupação com a vida desemboca numa “ética de sobrevivência”. – E o que é ética? – Ética é ação. É a maneira de colocar em prática os valores da cidadania. – Ela está no espaço que se situa entre o que “é” e o que deveria “ser”. Ninguém definiu melhor ética, como responsabilidade social, que Alexis de Tocqueville, escritor e político francês do Século XVIII: “A atitude que uma pessoa toma pode ser escrita? Pode ser publicada na primeira página de um jornal? Pode ser deixada para os seus netos? – Se a resposta for sim, a atitude é ética”.

Para isso, é preciso ensinar e treinar o “homo praedactor” (o ser humano predador) – dissidência antropológica do “homo sapiens” (ser humano sábio) – como aquele rapaz, alto e forte, do saco de pipocas. – Ele pode aprender. – Ele tem solução!

Paulo Augusto de Podestá Botelho é Professor e Consultor de Empresas para Programas de Engenharia da Qualidade, Antropologia Empresarial e Gestão Ambiental. Membro-Docente da SBPC – Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência. WWW.paulobotelho.com.br

terça-feira, novembro 04, 2008

Cuidado com o seu Orkut !

Estes pilantras e picaretas da Internet não dão trégua para ninguém. Esta semana eu recebi na minha página de recados do ORKUT duas mensagens de amigos do Enfrades com a indicação de vídeos para você ver.
Um era do Sérgio Benedito e outro (com duas mensagens) era do Romil e ambos com certeza não foram enviados por eles pois CLONAM as páginas do amigos e mandam vídeos pornográficos como se fossem eles que estivessem mandando.
O Dilcélio e o Daniel Schoenmaker (filho do Holandês) também já passaram por este mesmo problema
SE MANDAREM ALGUMA MENSAGEM PEDINDO PARA VISITAR TAL PÁGINA OU VER TAL VÍDEO NÃO ABRAM A PÁGINA NEM VEJAM O VÍDEO, POIS, PODE TER CERTEZA QUE É PICARETAGEM E VÍRUS.

Mandei o recado para o Sérgio Benedito e ele me respondeu:
"Sou eu não Demenor. Paz e Bem!Tem sempre um abestaiado querendo fazer essa maldade em nome da gente. Também recebí isso"
Que aconteceu que vc sumiu? Mandei msg e torpedo pro seu celular em seu níver.Tava fora do país???Um fds iluminado e cheio de alegrias prá vc e aos seus.Jesus os proteja e té mais já!!!!!

O recado do "Romil" (falso) era este com coisas pornográficas:
Mais Tops Flagras Do Orkut Na WEB.
[ Flagras Top 2008.! ]
Site totalmente grátis...

Defunto joia. Voce quer ser um?

Leia abaixo a notícia enviada pelo José Carlos, de Vitória, através do Boletim Redex, órgão informativo elaborado pelo Geraldo Pena, da turma dos ex-seminaristas salesianos.

Olá,

E ainda tem gente que se espanta com o costume de os faraós se embalsamarem. Todo mundo quer ser eterno, seja de que jeito for.
Abraços,
José Carlos

Defunto na Suìça vira Diamante













Agora a moda é, em vez de ser enterrado em um caixão, ou ser cremado, virar diamante após a morte.

Ao custo de alguns milhares de euros e graças a uma sofisticada transformação química, uma empresa suíça agora garante ao falecido reservar seu lugar na eternidade sob a forma de um diamante humano.
Na Suíça, a empresa Algordanza recebe a cada mês entre 40 e 50 urnas funerárias procedentes de todo o mundo. Seu conteúdo será pacientemente transformado em pedra preciosa.
'Quinhentos gramas de cinzas bastam para fazer um diamante, enquanto o corpo humano deixa uma média de 2,5 a 3 kg depois da cremação', explica Rinaldo Willy, um dos co-fundadores do laboratório onde as máquinas funcionam sem interrupção 24 horas por dia. Ou seja, cada defunto pode gerar uns 5 diamantes, ou mais, dá para distribuir para toda família.
Os restos humanos são submetidos a várias etapas de transformação. Primeiro, viram carbono, depois grafite. Em seguida são expostos a temperaturas de 1.700 graus, finalmente se transformam em diamantes artificiais num prazo de quatro a seis semanas. Na natureza, o mesmo processo leva milênios.
'Cada diamante é único. A cor varia do azul escuro até quase branco. É um reflexo da personalidade', comenta Willy. A personalidade pela cor? Que coisa doida!
Uma vez obtido, o diamante bruto é polido e talhado na forma desejada pelos familiares do falecido para depois ser usado num anel ou num cordão.
Já pensou poder levar seu ente querido, depois da morte, em um colar ou anel? Se perguntarem sobre o falecido você vai poder dizer: 'Ele é uma jóia'.
Se roubarem o diamante é que é o problema, você vai ter que gritar: 'Roubaram o defunto, pega ladrão'!
O preço desta alma translúcida oscila entre 2.800 e 10.600 euros, segundo o peso da pedra (de 0,25 a um quilate), o que, segundo Willy, vale a pena, já que um enterro completo custa, por exemplo, 12.000 euros na Alemanha.

Está vendo, a moda tem tudo para pegar, é até mais barato transformar o defunto em jóia!

A indústria do 'diamante humano' está em plena expansão, com empresas instaladas na Espanha, Rússia, Ucrânia e Estados Unidos.
A mobilidade da vida moderna é propícia para o setor, explica Willy, que destaca a dificuldade de se deslocar com uma urna funerária ou o melindre provocado por guardar as cinzas de um falecido na própria casa.


E a doação de órgãos como é que fica nesta "parada"?

segunda-feira, novembro 03, 2008

Artigo do Rosario: A sindrome de Down e a terapia de vida passada.

Leia abaixo mais um artigo enviado pelo Rosário Américo Resende (1957/64)

Paz plena...
Irmãos e companheiros do ENFRADES,
um abraço para todos.
A minha atual forma de pensar com relação a síndrome de Down é baseada na falta de sinceridade de um grupo de espíritos para com um recém-desencarnado, que, às vezes, reencarna sem realmente saber qual é a sua identidade cósmica e assim não prepara adequadamente a sua carga genética de seu futuro corpo físico. Como semelhante atrai semelhante, então quem desencarna vai para os grupos de espíritos, que lhe assemelham e assim por influências deles aceita a iniciar uma nova vida física com o objetivo de continuar o que fazia em torno da ciência e da evolução tecnológica. Mas como a evolução tem que ser no campo religioso primeiro e depois científico, então, por falta de uma boa preparação genética, ocorre a síndrome de Down e aquele grupo de espíritos fica sem condições de recuperar o perispírito daquele, que sofreu a síndrome de Down e assim ele é levado para um plano mais evoluído, quando tudo é recuperado e ajustado.
Isso se encaixa no ditado popular: "Deus escreve certo em linhas tortas", pois o espírito torna a ser ele mesmo e continua a sua evolução, mas fica oculto daqueles que não confiaram nele antes.
Paz plena... Rosário.


206 - A Síndrome de Down e a terapia de vida passada- publicado em 10/09/2008.

Religiosos e cientistas sempre andaram por caminhos opostos. Enquanto os cientistas tentam provar que tudo tem suas origens por influências físicas e materiais, os religiosos já ensinam que as causas de tudo são de origem divina.

Conforme reportagem "Identificado início da síndrome de Down" (Interessa, 6/9), vê-se que os cientistas estão descobrindo que a síndrome de Down é causada por uma cópia extra do cromossoma 21, conhecida como trissomia do 21. Mas qual é a causa dessa cópia extra? Todos nós somos espíritos criados simples e ignorantes e estamos em busca da sabedoria e da plenitude da perfeição. Então a origem de todos os problemas, inclusive o da síndrome de Down, tem que ter relação com o espírito envolvido e com a sua escala evolutiva.

Como Deus é perfeito, então a causa de qualquer ato imperfeito não pode ser divina e, sim, espiritual. Os espíritos desencarnados têm que serem sinceros e honestos em todas as suas atitudes, principalmente para com os recém-desencarnados, pois cada um tem o direito de saber quem ele realmente é e qual a sua identidade cósmica.

A causa da síndrome de Down está na falta de sinceridade de um grupo de espíritos para com os recém-desencarnados, pois, se estes soubessem de suas identidades cósmicas, então rapidamente poderiam agir em causa própria e preparar bem suas voltas a novos corpos. Muitas síndromes de Down, como muitos desequilíbrios mentais irão ter suas curas nas terapias de vidas passadas.

Rosário Américo de Resende. Belo Horizonte, 06/09/2008.

domingo, novembro 02, 2008

Aniversariantes de novembro

Veja abaixo a relação dos amigos do Enfrades - Encontro Franciscano de Ex-seminaristas, do Seminário Seráfico Santo Antônio, em Santos Dumont.
Se você faz aniversário em novembro e seu nome não está nesta lista é porque a sua ficha está incompleta e você deve infomar ao Tachinha os seus dados.

1 Expedito de Souza Amado (Lerdinho 1946/52)
1 Luiz Henrique da Silva (1983/84)
1 Juscelino de Sá e Castro (Juju - 1982/84)
2 Antonio das Graças Melo (Bolacha - 1960)
2 Weverton Gomes Dias (Beto - 1982/83)
3 Frederico Zacarias Alvares da Silva (1961/62)
5 Geraldo Cláudio de Souza (Viola - 1959/61)
5 Antônio José Ciro (Pinducão - 1956/58)
5 Jose Hermínio Rabelo de Assis (1977/82)
5 Gilberto de Almeida Soares (1984/88)
6 Paulino Elias Neto (Veio 1958/62)
6 Valmírio dos Santos (Bispo - 1982/85)
6 Jésus Mário de Almeida Lima (Trombada - 1977/79)
8 Anderson Geraldo Pinheiro Malta (Júnior - 1985)
8 Frei Bernardino Leers
9 Orlando Eliziário da Silva (Bino/Baiano - 1946/52)
9 Francisco Eymard Lemos (Guerrilha - 1964/69)
9 Olívio Pereira Ferreira (1993)
10 João Batista da Circuncisão (Satanaz - 1958/59)
10 Frei Venâncio Goris
10 Frei Rodrigo Daniel Calzavara
11 Felício Martinho Ribeiro (Rato - 1953/56)
11 Vicente Geraldo de Oliveira (1983/85)
11 José Vicente Lopes da Costa (Cascão - 1984/86)
12 Alberto Magno da Silva (Betinho - 1960/61)
15 Jorge Augusto Marinho de Lima (1977)
15 Jairo Coelho Moraes (1981/82)
16 Lélio Lourenço Lanes (Leilão - 1957/63)
16 Arley Campos da Cruz (1975/79)
17 Alderico José Marques da Silva (1968)
17 Carlos Antônio Ferreira (Carlinhos - 1958/61)
17 José Domingos Correia (Correia - 1984/90)
19 João Ribeiro Maia Neto (1958)
19 Wilson Moreira de Oliveira (Zabelê - 1956)
19 Antônio Carlos Pereira de Oliveira (Maritaca - 1957/58)
19 Gerson Rodrigues Leite (1967)
20 Frei Alexsandro Rufino da Silva
20 Celso de Souza Amaral (Madalena - 1967/69)
20 Helton Tavares França (1954/58)
21 Frei Antônio Teófilo da Silva Filho
22 João Evangelista Guimarães de Souza (1956/58)
22 José Vilaça Guimarães Filho (Rato - 1951/54)
23 Elias da Costa Coelho (Cabaça - 1981/84)
24 Elmindo de Rezende (1984/88)
25 Elmir de Souza Mata (Ganso - 1961)
26 Abelardo Antônio Mendes (1956/61)
26 Marcos Alves de Freitas (Caçota - 1949)
26 Gersson José Alves (Zoiudo - 1981/87)
27 Antônio Olímpio de Assis Henriques (Boliviano - 1961/62)
27 Manuel Pereira da Silva (1991)
28 Helvécio de Jesus Resende Chaves (Jaburu - 1944/47)
28 José Jacó Esperança Magalhães (Marreteiro - 1956/61)
29 Orlando de Medeiros (1962/64)
29 Luiz Antônio de Souza (Luiz do bairro - 1967/72)
29 Patrick de Oliveira Souza (1995)