sábado, agosto 23, 2008

Convite de ordenação do José Elias Fiúza

O nosso amigo José Elias Fiúza mandou e-mails para o Tachinha convidando os amigos do ENFRADES para a sua ordenação sacerdotal.

Queridos(as) amigos(as),

PAX CARITAS!

É com imensa alegria que convido a todos vocês para minha ordenação sacerdotal que ocorrerá no SANTUÁRIO DAS ALMAS, RUA ALVARES DE AZEVEDO 237, BAIRRO ICARAÍ - NITERÓI Rio de Janeiro no dia 13.09.08 pela imposição das mãos do senhor arcebispo metropolitano de Niterói Sr. Frei Dom Alano Maria Pena, OP.

O horário da ordenação será às 9 horas e tem que chegar cedo, pois são 5 ordenações e um batalhão de gente. Não sei se aquela igreja vai comportar tanta gente.

Como serão 5 ordenações e o santuário é grande mas não o suficiente para receber um batalhão de gente tão grande como este, pois irão ônibus de todas as paróquias da arquidiocese, aconselho chegarem pelo menos às 8 horas da manhã na igreja. Do contrário penso que não conseguirão nem entrar no santuário. Parece que a MITRA ou a prefeitura está pensando em colocar telões na rua, mas não é a mesma coisa como assistir sentadinho na igreja. Este é o meu conselho e aguardo todos vocês aqui no dia. Combinado? Abraços

O Fiúza estudou em Santos Dumont de 1982 a 1984 e ficou um bom tempo no Convento de São Bento no Rio de Janeiro e após uns tempos como professor em Belo Horizonte ele foi para o Rio terminar as etapas para a sua ordenação.
Parabéns antecipado, Elias, e que Deus, os anjos e todos os santos o iluminem nesta nova caminhada e que você tenha uma profícua atuação na sua vida sacerdotal.

Na foto abaixo (clique para ampliá-la) onde está ao lado do Frei Feliciano é da sua ordenação diaconal.



Veja as fotos da ordenação diaconal do José Elias neste álbum do Flickr, além da cervejinha pré-ordenação.

sexta-feira, agosto 22, 2008

Piadas de louras

Estas piadas foram enviadas pelo João Bosco, ex-seminarista do Caraça.

Hoje, em tempos de lua minguante, vamos falar de loiras. Começo com um causo verdadeiro, contado pelo Leo do Anacleto, acontecido na região de Caeté, um dia desses. Depois tem mais.

E aconteceu o lual do mês de agosto. A turma se juntou para dar aquela espiada na boniteza da lua cheia, rolou uns comes e bebes, música tranqüila.
Ali pelas dez horas da noite, cada um em suas casas, ainda naquele clima de lual o Alfredo vira para a Genoveva, sua loira a tiracolo:
- Amor, meu bem, hoje eu posso abusar de você? Deixa, deixa eu abusar de
você?!!! Vai!
A Genoveva, desacostumada com tanto romance, esquece o lual, nem liga para o maridão, passa a mão no telefone e liga para a filha mais velha e trava longa conversa. O Alfredo ali, esperando calmamente... Após longos dez minutos a esposa desliga o telefone, faz um muxoxo e se senta no sofá como quem não quer nada com nada. O maridão não se dá por vencido e insiste:
- Poxa meu bem, logo hoje, depois deste tremendo lual, eu querendo abusar de você e o que eu ganho é indiferença?
Genoveva sente-se meio arrependida e começando a entrar no clima, um tanto
surpreendida com a idéia de uma noite "daquelas", se derrete toda e diz para
o Alfredão:
- Vem, então, meu bem, aqui memo no sofá. Aproveita de mim, sirva-se à vontade, abusa de mim, abusa de mim como nos bons tempos!!! Ai!
O Alfredo responde de imediato:
- Já que você está tão disposta, meu amor, pega pra mim aquela cervejinha bem gelada na gaveta do congelador e prepara um tira-gosto???!!!!


Eram 22.22 horas de sexta-feira. O maridão toma seu banho, perfuma-se e encosta na esposa, aquela loiraça:
- Querida, estou pronto, hoje vou a m a r - t e...
- Por mim, diz a loirinha, você pode ir para Vênus, Júpiter ou Plutão desde que me deixe dormir.


Para encerrar esta minha contribuição de causos ( hoje só de loiras ) vejam este de uma secretária loira. Tem como não gostar de loiras?

Sr. Jorge Tadeu, meu querido chefe,
Como o Senhor não especificou se queria as cópias coloridas das chaves, fiz Xerox em Preto e Branco, ok ? Acho que as cópias ficaram bem boas! Verifique por favor.
Selvani.

Para ver bem o "serviço" da loura clique na foto para ampliá-la.

quarta-feira, agosto 20, 2008

Sacrifícios do Tachinha

O Tachinha (eu), como "provincial" da turma do Enfrades, às vezes é obrigado a participar de alguns "sacrifícios" como o de hoje quando, junto com o Elfino, de passagem por Belo Horizonte, esteve no apartamento do Júlio Cezar (Julinho) para tomar um vinho chileno e comer uns queijos.
Nesta semana mesmo ele participou, também, de uma cervejinha extra no Mercado Central e de um jantar na casa do José Lembi.
Isto é o que chamam de "cavacos do ofício"

Gilberto Garcia de "resguardo"

O nosso amigo Gilberto Garcia (63/67) está no "estaleiro" no Hospital de Betim.
A sua esposa Marina ligou para o Tachinha dando a notícia de que o mesmo submeteu-se a uma cirurgia e estará hospitalizado por uma semana e que o horário de visitas é de 14 às 16 horas.
Unamos as nossas orações pedindo a Deus para ele volte logo às suas atividades lá em Cláudio, onde mora.
Força, Garcia!

terça-feira, agosto 19, 2008

Despedida do Danilo

O padre Danilo (Danilo César dos Santos Lima - 87/91) ganhou um jantar de despedida na casa do José Lembi.
O Danilo está indo para Roma onde ficará por uns dois anos fazendo curso de Liturgia.
Ele estava trabalhando como pároco da Paróquia de Nossa Senhora Rainha da Paz, no Caiçara.
Além do Tachinha estavam presentes alguns amigos lá da sua antiga Paróquia, convidados do José Lembi/Vera.
Boa sorte, Danilo, nestes seus tempos na Cidade Eterna.

Cervejinha extra com o Elfino.

O Tachinha (eu) fez o gostoso sacrifício de tomar uma cervejinha extra com o Elfino Menezes aqui no Mercado Central de Belo Horizonte.
O Elfino mora no Rio e está em Belo Horizonte a negócios.
Participaram, também, do sacrifício o Ronald Claver e seu filho Tiago.
O Elfino ficará em BH até quinta-feira a tempo de ir à nossa cervejinha semanal lá na Savassi.

domingo, agosto 17, 2008

Cadastro nacional de ex-seminaristas

Aproveitando as facilidades da Internet e tentando unir todas as "raças" de ex-seminaristas, estou pensando em fazer um cadastro nacional de amigos que estudaram em qualquer seminário católico brasileiro, ou mesmo do exterior e que moram no Brasil.

O arquivo será feito em Excel e terá os seguintes dados: Nome – Apelido - Seminário - Época – Congregação - Cidade do Seminário – Estado - Profissão/Atividade - Empresa – Endereço - Bairro - Cidade/Residência - Estado - CEP - Tel. Comercial – Celular – DDD - E-mail

Nós somos um grupo de ex-colegas de escola bem diferente de todos os demais e, para a maioria dos que estudaram em seminários, os tempos de estudos nos deixaram gratidão, amizade e companheirismo e tais sentimentos perduram "extra-muros" e podemos aproveitar este nosso passado para estreitarmos laços de amizade e companheirismo dentro de nossas atividades profissionais e/ou comerciais e mesmo no dia-a-dia.

Vários grupos têm a sua associação como a AEALAC, do Caraça; Ex-secordis, do Sagrado Coração (Belo Horizonte), AEXAM, de Mariana; ENFRADES, dos franciscanos de Minas Gerais; UNESER, dos redentoristas de Aparecida; REDEX, dos salesianos e outros.

Sou um dos organizadores do ENFRADES - Encontro Franciscano de Ex-seminaristas - que todos os anos se reúnem no Seminário Seráfico Santo Antônio, em Santos Dumont, Minas Gerais, e já participei de encontros de vários outros grupos de "ex" e pude sentir que o sentimento que nos une é o mesmo em qualquer congregação.

Nas grandes cidades brasileiras certamente há centenas e centenas de ex-seminaristas de vários seminários e que exercem atividades ou profissões que podem compartilhar entre si.

Em Belo Horizonte tenho vários amigos "ex" que estudaram nos seminários de Minas Gerais: Cachoeira do Campo, São João del Rei, Mariana, Diamantina, Borda do Campo, Juiz de Fora, Belo Horizonte (Dom Cabral) e Congonhas; de São Paulo: Ibaté (São Roque); Rio de Janeiro: Corrêas (Petrópolis).

Em Belo Horizonte, por exemplo, conheço três ex-seminaristas de grupos diferentes de "ex" que trabalam com gráfica e do grupo do ENFRADES temos amigos que trabalham com ótica, joalheria, fábrica de colchões, advogados, médicos etc.

Diante de tal fato podemos fazer um elo com os "ex" de qualquer seminário para podermos usufruir deste passado que, de alguma forma, nos diferencia.

Ainda não tenho a maneira mais segura de deixar este cadastro disponível na Internet - imagino colocá-lo no www.rapidshare.com - para que todos os participantes (só os participantes serão informados do endereço) possam acessá-lo na rede. Se você tiver uma dica melhor da maneira ou endereço, por favor entre em contato comigo.

Se você achar interessante esta idéia, por favor, divulgue-a para os amigos do seu seminário para que eles também possam participar do cadastro.

Se você ainda não conhece, convido-o a visitar e conhecer as minhas páginas, além deste Blog: Portinha do Tachinha: - Fotos: - Orkut

Na Portinha do Tachinha, na parte do Enfrades, em Outros Encontros, você pode conhecer vários grupos de ex-seminaristas dos quais tenho conhecimento de que realizam encontros nos seminários onde estudaram.

Nos dias 29 a 31 de agosto será realizado o encontro dos ex-seminaristas redentoristas na Floresta, em Juiz de Fora; nos dias 12 a 14 de setembro o dos salesianos, em São João del Rei e, em outubro (não sei a data certa) o dos "ex" da Borda do Campo, no Instituto Missionário São Miguel.

Se você estiver interessado em receber o arquivo com a ficha, por favor, mande um e-mail para: tachinha@gmail.com e no Assunto coloque: Cadastro Nacional de Ex-seminaristas

Canto Gregoriano: Réquiem para Mérè Marie

Estou enviando a notícia abaixo postada na comunidade Canto Gregoriano no Orkut.

Ir. Marie du Redemptuor (Cônegas de Santo Agostinho), cujo nome de batismo era Eleonor Florence Dewey, foi a maior autoridade de canto gregoriano no Brasil, tendo sido licenciada pelo Pontifício Instituto de Música Sacra nos anos 60. Durante décadas em São Paulo foi regente do Coral São Pio X (misto) especializado em canto-chão.
No sábado dia 30 de agosto próximo futuro, às 15 horas Mons. Marcos Pavam (brasileiro, regente dos Pueri Cantores da Capela Sistina) oficiará Missa Cantada de Réquiém, toda em latim e em gregoriano na Capela do Colégio Santa Marcelina, sito na Rua Cardoso de Almeida 541 - Perdizes, em São Paulo.