sábado, maio 03, 2008

Viaje pelo cockpit da cabine de um Airbus A-380

Este bela página foi enviada pelo Ivo José da Silva (66/70).

Você gosta de avião ?

Sugiro clicar no botão de fazer girar e com o mouse, pressionando o botão esquerdo, fazer girar sua visão.

Só não sei se fico mais maravilhado com o cockpit, ou com o software que usaram para termos esta imagem.


Click no link da cabine do Airbus e voces terão, em 360º, a cabine inteira do A380, uma maravilha ......

O A-380 é o maior avião de passageiros da atualidade e tem capacidade para transportar mais de 600 passageiros.

Complementando a dica do Ivo, o Tachinha pesquisou na Internet sobre o A-380 e descobriu esta página de fotos do Airbus onde você pode admirar toda a maravilha que, um dia, Alberto Santos Dumont, o conterrâneo do nosso Seminário Seráfico Santo Antônio inventou.

Quem certamente irá gostar da página são os nossos amigos: o brigadeiro Batata; os Joões, filhos do Palito e do Julhinho e o Cristiano, filho do Garcia que vivem nas alturas.

Boa viagem para todos.

sexta-feira, maio 02, 2008

Fichas dos amigos do Enfrades na Internet.

Na carta-convite do Enfrades deste ano e nos e-mails que o Tachinha enviou para os amigos do Enfrades ele colocou um endereço no Rapidshare para baixar o arquivo com os dados do pessoal do Enfrades e se esqueceu de informar que após entrar na página informada você deve esperar um tempo até ser liberado o acesso ao tal arquivo, além de escrever no quadradinho no final da página 4 números indicados, dos 6 que aparecem e que tenham a figura de um gatinho. O engraçado que, às vezes, o tal gatinho fica meio escondido.

quinta-feira, maio 01, 2008

Álbum de fotos dos Menudos

O Tachinha colocou mais um álbum na sua página do Flickr. O álbum chama-se Teatro dos Menudos e contém fotos de peças encenadas pelos menudos da Comunidade de Jovens Franciscanos - CJF / Seminário Seráfico Santo Antônio, em Santos Dumont: O auto da compadecida, Morte e vida Severina, O casamento suspeitoso, Judas, Antigone (Sófocles), Eles não usam blacktie, Quatro quadras de terra, O pagador de promessas.
Se você é dos menudos identifique quem é quem nas fotos.

quarta-feira, abril 30, 2008

Exemplos para você ir ao Enfrades

A você, amigo do Enfrades, que nunca foi aos nossos encontros lá em Santos Dumont, aqui vai uma demonstração de que é bom participar da nossa alegria.
O Francisco Eustáquio Rocha, de Abaeté,(Jiló - 62/66) fez hemodiálise por um bom tempo e nesta época ele se programava para participar dos nossos encontros. Após alguns anos ele conseguiu fazer o transplante de rins mas, infelizmente algum tempo depois, por ter problemas de diabetes teve que amputar uma das pernas e mais tarde a outra também teve que ser amputada.
O que o ajudou e muito nesta sua luta é que ele é um cara muito entusiamado e hoje ligou para o Tachinha informando que já colocou as próteses e já está dando alguns passos e se preparando para ir ao Enfrades deste ano.
Parabéns, Jiló, e que Deus continue dando forças nesta sua caminhada e nos encontraremos lá em Santos Dumont.

Outro exemplo, desta vez de outra maneira, é o caso do Carlos Alberto Gohn (Gohn - 64/66) que sempre recebeu, por mais de 20 anos, a carta-convite, como muitos dos nossos amigos do Enfrades, mas nunca nos deu a alegria da sua presença e no ano passado resolveu "experimentar" o encontro e gostou muito e neste ano ele será um dos palestristas no sábado pela manhã.

Venha você também dar o seu exemplo e, até por curiosidade, ver como são os nossos encontros.

Artigo do frei Cristóvão: Gratuidade.

Leia abaixo mais um artigo enviado pelo Frei Cristóvão.

GRATUIDADE

Pontos para reflexão.

1. Gratuidade, amor gratuito: é o supra sumo do que venha a ser amor. Do grego, temos “ágape”, uma refeição fraterna. Eucaristia.
2. Francisco chamava Deus de o “Sumo Bem”, a Bondade por excelência. Ele faz chover para bons e maus, o sol nascer para todos, sem cobrar retorno ( Sermão do morro, segundo Mateus; da planície, segundo Lucas. “O sol nasce para todos.” Os mais críticos relembram: “mas, a sombra é para poucos”! Entra aqui o mistério da liberdade, origem de um mundo onde gratuidade, o amor desinteressado, pode ser ridicularizado, considerado uma “loucura”. Para os gregos a cruz era um absurdo. Uma loucura! Para os cristãos: a expressão de maior gratuidade!
3. Exemplificar com a parábola do “Grão de Trigo.” Para a nossa vida de humanos, com nossa falibilidade e condição de pecador, o avançar da idade, o exemplo da vela, cuja razão de ser está precisamente em iluminar; com isso ela vai-se desfazendo, deixando de ser. No deixar-de-ser ela é generosa, gratuita.
4. O hino ao amor que S.Paulo nos deixou; certamente, já existente e cantado numa das Comunidades por ele fundada (I cor 13).
5. Veja a carta aos Filipenses, cap.2. A quénosis do Filho de Deus.
6. A Eucaristia: tornar-se “pão” para alimentar a vida de seus seguidores. “Panis Angelicus” “O res mirabilis”.
7. O mistério da Encarnação, fonte de todos os outros mistérios da Práxis de Jesus de Nazaré: sua vida oculta na carpintaria junto com José, homem “justo”, silencioso no cuidar de Jesus infante, sua vida pública, prisão, julgamento, flagelação, coroação de espinhos e crucifixão. Crucificado entre dois ladrões, “extra murus”! O Lava-pés. A convivência e tolerância para com os discípulos, apóstolos e com o povão em geral. Muita gente imbuída de preconceitos, presa pela introjeção de uma Cultura e Religião opressoras, submissão a César de Roma, através das tropas colonizadoras, Herodes, Pilatos e seus cúmplices; pela classe sacerdotal, escribas, saduceus e fariseus .Foram esses que manipularam a multidão, na sua maioria funcionários do Templo, do Sinédrio.
Insuflados por eles, exigiram a condenação de Jesus e a soltura de Barrabás! Veja o texto: “É dando que se recebe. Ser é amar – Amar é ser!
8. Tornar-se um “O Homem Novo”. (Gálatas, 4), pelo batismo e sob a moção do Espírito que o Senhor nos mereceu e nos doou, constitui todo um processo de conversão, (“metánoia”). Temos toda nossa vida para nos deixar guiar por esse Espírito. Estamos em contínuo processo de conversão, de nos tornar um “Homo Novus”. É o que se entende, na atualidade, por espiritualidade, por mística.
9. O santo, o justo, o humanista são movidos pela gratuidade de um Deus amoroso e misericordioso, encarnado em Jesus de Nazaré. Francisco de Assis viveu tudo isso, num processo contínuo de conversão e abertura à ação de Deus em sua vida.

A título de conclusão

Gratuidade: é o modo de ser de tudo aquilo que é gratuito.
Sua origem semântica: do grego “Káris”, dom, doação, graça. Já do latim temos “gratia”; na nossa língua: graça. Uma pessoa cheia de graça. Uma pessoa graciosa.
A sabença popular nos deixou esta preciosidade: quando se encontra com uma pessoa desconhecida, costuma-se perguntar: “Qual é a sua graça”?
Uma pessoa “carismática”, é uma pessoa movida pela gratuidade do amor de Deus.

Frei Cristóvão Pereira ofm.
Teixeira de Freitas,22/03/2008.
htpp://teologiapolitica.blogstop.com/

terça-feira, abril 29, 2008

Padre balonista aterriza em manchetes ao redor do mundo.

Veja as manchetes de jornais e revistas enviadas pelo Dante (Elefante) sobre o padre voador.

O Globo: Caos aéreo: Piloto confirma "quase colisão" com padre.

Diário de Bogotá: Padre desaparecido pode estar em poder das FARC.

The New York Times: Padre sobe, bolas caem.

Gazeta de Madrid: Zapatero avisa: Se padre entrar na Espanha, será deportado.

Diário de La Paz: Evo Morales recebe padre e pede reajuste para encher os balões de gás.

Diário Catarinense: Anac diz que o padre não tinha autorização para vôo. Tia do padre desaparecido comenta os últimos instantes antes do sobrinho voar.

Diarinho de Itajaí: Padre maluco se escafedeu com balões de festinha.

Zero Hora: Mãe do padre dizia que ele, desde pequeno, achava que sabia tudo!

Corriere de la Serra: Vaticano apóia padre com balão, desde que não seja de camisinha.

Washington Post: Hillary vs. Obama: Padre irá desempatar a disputa.

Beijing News: Governo Chinês confisca as imagens da queda do balão do padre no Tibet e afirma que não houve violência.

Beijing News (edição extra): Governo chinês diz que padre já está treinando para a cerimônia de abertura dos jogos olímpicos.

Correio Braziliense: Oposição diz ter provas de que os balões foram comprados com cartão corporativo.

Cidade Alerta: Datena: Cadê as autoridades que deixaram o padre voar? Quem está pagando o custos destas buscas? Esta irresponsabilidade já custou aos cofres públicos cerca de 600 mil reais. Quem vai pagar? Como deixaram o padre subir naquele projeto de balão? Põe na tela a foto do padre com os balões! Eu falo mesmo...

Diário do Equador: Governo confirma que balão foi abatido pelo exército Colombiano e exige explicações.

Revista Veja: Professor de balonismo sabia que o padre era exibicionista.

Revista Cláudia: Aprenda a usar seu GPS antes de cair das nuvens.

Revista Nova: Você já fez loucuras num balão?

Revista Caras As ilhas mais procuradas pelos famosos para o pouso de balões.

Folha de S. Paulo: Ao tocar o fundo do Atlântico, padre provoca terremoto de 5,2 na escala Richter.

O Estado de São Paulo: Comerciantes de balões avisam que não são responsáveis pelo mau uso dos seus produtos.

Revista Super Interessante: Gás hélio: adequado ou não para vôo em balões?

segunda-feira, abril 28, 2008

Respostas à minha pergunta

Ontem, depois do jogo Cruzeiro 5 x 0 Atlético, no ano do seu centenário, aqui em Belo Horizonte eu mandei um e-mail para "alguns" amigos com esta dúvida que me deixou um pouco confuso:

"Uma pergunta que não quer calar: HUMILHAÇÃO OU COVARDIA?
Aguardam-se respostas."

Por uma questão de esclarecimento por esta minha dúvida cruel, aí vão algumas respostas recebidas.

"Não me envolvam em questões paroquiais. Meu negócio é A M E R I C A que, de tão grande, são três, incluindo aquela em que se situa o império".
Dante Souza (Elefante)

"Tachinha! Boa Noite.
Não foi uma coisa nem outra, foi um desastre, vamos mandar investigar o que o Cruzeiro colocou na água que dos jogadores atleticanos.
Parabéns, vocês podem comemorar o Campeonato Rural de 2008.
Um abraço".
Ronaldo Armond (Gordo)

"TACHINHA, OS HUMILHADOS SERÃO EXALTADOS. LEMBRA-SE DOS 4 X 0, OU NÃO?"
Fernando Andrade (Cerejeira)

"Frescuragem mesmo!"
Jaburu.

Este último foi curto e grosso na sua resposta ao esclarecer a minha dúvida cruel e, no fundo, não esclareceu nada, só engoliu seco.

Mandei esta pergunta também como mensagem no telefone celular de alguns amigos e as respostas foram estas:

"Nenhuma das duas"
Marcelo Brandão

"Sorte e irrealidade"
Afonso Resende (Provetinha)

No final da tarde desta segunda-feira fiquei sabendo a razão: é que estavam dançando a dança do "Créu" na velocidade 5 (cinco): Créu, créu, créu, créu, créu....

domingo, abril 27, 2008

Balaio de Retalhos

Leia abaixo uma parte do "Balaio de Retalhos" da A Alvorada - Porta-voz dos seminaristas franciscanos de Santos Dumont - Nº II - 29 de outubro de 1961 - Ano XIV - Seminário Seráfico Santo Antônio - Cx. P. 1 - Santos Dumont, M.G.

Balaio de Retalhos

(Crônicas do Seminário)

Rapaz, cá estamos. É... Sabe? Não? Então saiba: Gargarin subiu, viu as estrêlas brilhantes e...caiu, por cúmulo do azar, dentro do Inferno russo. Coitado!

E nós? Vamos ficar em terra firme mesmo, por enquanto ao menos. Aqui a gente pode acotovelar-se melhor do que lá em cima perto das estrelas, não acha?

Pois bem, prossigamos, aos pulos.


J U N H O

Dia 5 – Ensinando a alguns menores como se ajuda a responder à Missa o Quincas Sureco obteve do Tiãozinho esta resposta:
- Sursum corda.
- Habemus abdômen!

Dia 10 – Dizem que o Pedro Banha numa aula de religião respondeu:
- Os quatro evangelistas são estes três: Tiago e Pedro...
Pedro Banha? É?

Dia 13 – Dia do nosso padroeiro Santo Antônio. Um feriado, uma Missa solene e, à noite dois teatrinhos, eis tudo.

Dia 15 – O ½ Quilo descobriu com enorme desgosto, que seu creme de barbear está criando pernas, desapareceu no vidro, sumindo... Reclamou:
- Alguém me fila uma boa dose, tôdas as quartas e sábados. Ah, se eu descobrisse!
Sossega, ½ Quilo, o Cardoso prometeu comprar uma bisnaga de William`s nas férias. “Güenta” mais um pouco.

Dia 16 – Ué Baiano, perguntavam os menores, cadê os óculos?
- Ficaram em Barbacena. Foram ... “compros”, mas...
- Tein, Baiano!
- Tein!
- Tein!

Dia 18 – O horário das parciais apareceu de manhã numa janela, por aí. O Gordo, aquele paxá do Oriente, não saiu do salão de estudo. Alguns começaram:
- Desta vez ganha 10 em tudo ou morre de estudar.
- Gordo, larga os livros um pouco senão ficas doido - ponderavam outros.
- Ou cego – observavam ainda.
- Ou doente dos nervos – amedrontavam.
Que nada! Gordo não arredou pé do salão de estudo.

Dia 21 – Numa sabatina de português o frei pediu:
Apassivem esta frase: “Jogamos bem, modéstia à parte”
O Vicente Eustáquio, vulgo Lampião, arrumou assim:
- A modéstia foi jogada bem à parte...

Dia 24 – Começo das provas. Boa sorte para nós todos.

Dia 27 – Mal!... Mal! Dizem que o Tachinha no exame de Ciências “esqueceu a tíbia atrás do maxilar inferior” Será mesmo? Que aleijão deve ser o desse tipo!

Dia 28 – Eis as férias! Enfim! E o melhor é que vamos passar a metade delas em nossas respectivas casas. O Pòzinho já tem uma idéia: comer bucho. O Galinha tem outra: vegetar. O Carrapicho, não pisar nágua. O Juca, engolir poeira. O Veio, comer biscoitinhos brancos na casa da vovó. O Lázaro, descascar o vento.

Dia 29 – Começaram a sair. Vamo-nos também.


P.S.: O texto está como saiu publicado na revista e, portanto, os erros foram mantidos, apesar de que alguns deles, na época, não eram considerados erros de acordo com a gramática da época.

Alguém se lembra do nome deste Lázaro? Este nome não consta das fichas do pessoal do Enfrades.

Este Gordo quem era?

Utilidade Pública

Envio abaixo o e-mail recebido do José Starling, ex-seminarista do Caraça.

Gente,

A Ampla está buscando 125 crianças que tenham seqüelas como: lábio-leporino e fenda palatinha para realizar gratuitamente a cirurgia de reparação de boca dessas crianças..... se você conhece alguém que tenha algum desses problemas, por favor passem o telefone da ampla (21)2562-2822 ou o site www.operacaosorriso.org.br

Colaborem ao menos na divulgação dessa rara atitude de solidariedade das empresas....