quarta-feira, janeiro 16, 2008

Artigo do Frei Cristóvão: Minhas impressões sobre Nanuque

Leia abaixo o artigo enviado pelo Frei Cristóvão:

Minhas Impressões Sobre Nanuque

“Tendo a honra de ser nascido em vosso reino, coloco meu corpo obediente a vossa Excelência, mas minha alma jamais o será.”( Japão –Senji Shô –12875 ).
Tenho por princípio dar o melhor de mim durante o tempo que for destinado a trabalhar em determinado lugar. Assim o foi com Nanuque no período de seis anos e meio, na década de oitenta. Minha trajetória por Nanuque está sintetizada no meu artigo “Minha passagem por Nanuque” e no meu segundo livro “A Revolução da Cordialidade – a Mulher e o novo Paradigma Civilizacional “ – Belo Horizonte: 2003).
Devo declarar, logo de início, que minhas impressões foram desoladoras, frustrantes e de muita indignação ética, com uma réstia de esperança de que algo de novo se esboçava
Estive em Nanuque em meados do ano para participar da criação e instalação da ONG “Cidadania e Defesa da Vida”; fora um dos oradores convidados para falar ao ensejo do evento. Voltei no mês de novembro para Convenção do PPS. Fora, também, convidado como um dos conferencistas do evento quando discorri sobre dois temas: “Uma visão global da Geopolítica Mundial, o papel da América Latina naquele cenário” e “O Perfil de Um Político Ideal”, ambos temas, posteriormente, transformados em artigos a serem divulgados em muitas cidades de MG e redes do Internet. Retornei à cidade no dia vinte e nove de dezembro de 2007.
Na rodoviária tomara conhecimento do falecimento do Sr. Euvaldo, cujo corpo estava sendo velado no salão da Câmara Municipal e que o sepultamento estava previsto para as 16h. Permaneci em Nanuque, fiz a cerimônia da encomendação e sepultamento do Sr. Euvaldo, uma vez que tenho relacionamento estreito de amizade com alguns de seus familiares.
Retornei a Nanuque no dia nove de janeiro, e aí fiquei até o dia treze de janeiro de 2008. Nestas idas e vindas fui tomando pé da situação caótica do município, em especial, política e juridicamente falando!
Um prefeito ilegalmente na função de prefeito, eleito pela Câmara Municipal e isso por duas vezes consecutivas. Tudo isso ao arrepio da Lei, seja da legislação eleitoral vigente, seja do Regimento Interno da Câmara. Por duas vezes o Município cai nas mãos de uma pessoa, política e administrativamente, despreparada e incompetente. Numa palavra: o homem não tem capacidade para manter as rédeas nas mãos. Outros dirigem a casa; e, isso é de conhecimento público! E para engrossar o caldo se arvora como candidato à reeleição no pleito do ano em curso.
Um Ministério Público moroso e um Juiz de Direito sem credibilidade, pois é do conhecimento geral na cidade, de que tem gente de sua convivência íntima e afetiva trabalhando na Prefeitura.
A Receita Federal omissa, fazendo olho gordo às irregularidades quanto ao cumprimento do que a legislação da União prescreve.
As Igrejas, sejam elas as Evangélicas como a Igreja Católica, fechadas sobre si mesmas, tem pouco peso político na cidade. Perdidas numa interpretação piegas, espiritualizante, para não dizer fundamentalista da Palavra de Deus, estão distantes da dimensão profética da Boa Nova Evangélica, uma vez que o projeto do Rabi da Galiléia implica em vida em abundância para todos (J.10,10), e Justiça para todos a começar com os pobres, os excluídos de então e de hoje (Mt 5-6-7 – 25,31ss, Lc 4,16-20., entre tantos outros textos).
“No final do túnel, uma luzinha de esperança: Um esboço de reação a essa situação afrontosa à comunidade nanuquense começa a se articular. Participei de duas reuniões nas quais debatemos exaustivamente a situação, suas origens e suas conseqüências para Nanuque e alternativas para a sua superação.
No momento, levando em conta a dinamicidade do provisório; em especial, de todo e qualquer quadro político, creio que a candidatura do Sr. Nide Alves de Brito e seu grupo, insisto, de seu grupo, podem mudar os rumos da Política de Nanuque.
E quanto aos que fazem do Poder meio para subir na vida, se enricar às custas do povo sofrido e lascado, relembro o que a sabença popular nos ensina:
- “Mentira tem pernas curtas”
- “O Poder tem raízes na areia”
- “A Justiça de Deus pode tardar, jamais falhará”
- “Política sem ética é um lixo”
De minha parte acrescentaria que a Verdade pode ser ofuscada, negada. Sua vitória é questão de tempo, de mais ou menos dias, porque ela coincide com a própria essência de Deus que é a fonte de toda luz.
Frei Cristóvão Pereira OFM.
Convento São Francisco das Chagas,14/01/2008, Belo Horizonte, MG.

3 comentários:


  1. N�o sei se o que vou falar � certo. N�o digo que tenho raz�o, mas que sirva pelo menos para reflex�o de todos que de uma forma ou de outra tem em sua hist�ria, qualquer coisa de Nanuque.
    Quando mudei p Nanuque eu tinha sete anos e hoje com trinta e nove, o que vi foi regress�o. Lembro que era um ano de campanha pol�tica. Nide versus Teodoro.
    E entre tapas e beijos, eu n�o tenho visto empregos sendo gerados. �timo que ruas foram cal�adas e pra�as constru�das, mas o que gostaria mesmo de saber � se no per�odo administrativo de qualquer um do "Clube dos Mesmos", houve um verdadeiro desenvolvimento.
    O que tr�s dignidade, p mim � educa�o e emprego.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito desse artigo. Sou natural de Vila Pereira distrito de Nanuque. Vivi la ate os meus 19 anos e ha 06 me mudei com minha familia para Belo Horizonte. Concordo com o frei quando relata que Nide e seu grupo podem mudar o rumo politico da cidade, pois, desde criancinha ouvi o que esse bom prefeito fez pela minha Vila, como por exemplo: implantaçao de energia eletrica. Espero e acredito que ele atenda as nossas expectativas e, mude o curso politico dessa nossa cidade e dos seus distritos.

    ResponderExcluir