sexta-feira, novembro 30, 2007

Cervejinha de quinta-feira: 29 de novembro de 2007

A cervejinha desta quinta-feira contou com a presença de: Jaburu, Paulo Petermann, Francisco Motta (Chiquinho Motta), Carlos César (Palito), Júlio Cézar (Julinho), Elmir (Ganso), Tachinha, José Derval, Valjean (Canela), Hélcio Resende, Dante (Elefante) e Décio Vasconcelos (Tico-tico). O Tico-tico (43/49) mora em Governador Valadares e quando vem a Belo Horizonte sempre aparece lá na nossa cervejinha e nesta quinta-feira ele se encontrou, depois de 50 anos, com o seu contemporâneo José Derval.
Na cervejinha o Tachinha ficou sabendo da alegre notícia transmitida pelo vovô "fresco" Julinho do nascimento da sua primeira neta Ana Luíza. Parabéns, vovô, e muita saúde para a netinha, pais e vovôs.
Ao chegar em casa, após a cervejinha, acessei o e-mail abaixo, enviado pelo Dante:

Prezado,

Dar pãozinho para filhote de gavião? O negócio dele é carne mesmo.
Agora, continuo achando que deve ser filhote de coruja (também carnívora).
Que tal dar este filhote de coruja para os deputados lá em Brasília? Coruja acaba com os ratos .......

Dante

Complementando a minha postagem de ontem e o e-mail do Dante, informo que o filhote de gavião nem esperou o Tachinha acordar às ?????, pois aproveitou uma brecha na janela e, após deixar algumas "lembranças", inclusive a última no peitoral da janela "avisando" e dando um tchau e foi embora.

quarta-feira, novembro 28, 2007

O gavião e o susto

O Tachinha, eu, estava no meu apartamento, no finalzinho da tarde, dando uma de lavadeira na área de serviços e quando acabei a tarefa levei um susto ao ver pousado no meio de umas caixas um filhote de gavião o qual, ao me aproximar, já veio logo abrindo as asas e o bico para dar uma bicadinha básica para cima de mim.
Estava tentando dar comida para ele e por precaução colocava um pedaço de pão numa pequena colher de plástico numa das mãos e com a outra desviava a atenção dele para que abrisse a boca, mas não estava conseguindo nada, pois acho que ele só queria me dar uma bicada.
Para sorte dele, ontem a secretária do Tachinha tinha cozinhado um pescoço de peru e sobrou alguma coisa e depois de desfiar o que sobrou eu fui tentar alimentá-lo de novo e, ao final após algumas "conversas" já tínhamos chegado a um acordo e o mesmo começou a pegar a carne no meu dedo e já estava só faltando “lamber” o que sobrou.
Ao final da “janta” ele foi dormir e vamos ver o que ele, o gavião, vai querer fazer amanhã.
Coisas de cidade grande.

Consulta enviada pelo Dante

Leia abaixo uma consulta enviada pelo Dante Souza (Elefante - 64/67).

Um presidente de empresa, casado há 25 anos, está na maior dúvida se transar com a mulher, depois de tanto tempo, é trabalho ou prazer.

Na dúvida, liga pro diretor geral e pergunta.

O diretor liga pro vice-diretor e faz a mesma pergunta.

O vice-diretor liga pro gerente geral e pergunta...

E assim segue a corrente de ligações, até que a pergunta chega no jurídico e o advogado pergunta pro estagiário que está todo afobado, fazendo mil coisas ao mesmo tempo:
- Rapaz, você tem um minuto pra responder se quando o presidente transa com a mulher dele é trabalho ou prazer.
- É prazer!
- Uué? Como é que você pode responder isso com tanta segurança?
- É que se fosse trabalho já tinham mandado eu fazer.

Férias, quem se habilita?

O Manoel Faria, seu genro Adriano, Gilberto Zanoli e o Tachinha estão com planos de viagem para Santiago do Chile na primeira quinzena de janeiro e alguém mais se habilita?
A Beatriz, filha do Leonídio (Dinamite), de Paineiras, e seu marido Elmo estão morando lá.
O Elmo ligou ontem para o Tachinha e informou que perto de onde mora tem um apart-hotel com diárias de U$30 por pessoa.

Aniversário

Hoje, dia 28, é o aniversário do Sr. Helvécio Chaves, também conhecido como Jaburu (44/47), está fazendo os seus 60 e tantos anos.
Parabéns, senhor doutor Jaburu e que Deus lhe dê muita saúde e paz, além de muitos anos para você ficar sempre com inveja e despeito de nós cruzeirenses.

segunda-feira, novembro 26, 2007

Almoço com pessoal do Caraça

No sábado, dia 24, o Jaburu e o Tachinha participaram do almoço de final de ano do pessoal do Caraça no prédio de um amigo do Jaburu.
Compareceram umas 58 pessoas (ex-seminaristas, esposas e filhos) e foi uma tarde muito legal.
Cervejinha, vinhos, refrigerantes, cachaça e água fizeram parte da "parte" bebível "regadas" a salgadinhos até a hora do prato principal: 3 tipos de massas e um punhado de "acompanhamentos" e molhos.
Após o almoço foram comemorados os aniversariantes que fizeram "cumpleaños" em novembro e o farão em dezembro com direito a bolo e o "Parabéns para você", e o Jaburu e o Tachinha tascaram um "Io vivat, caracensium sanitas" e que foi uma novidade para a turma.
No final foi feito o sorteio de brindes para os participantes, tendo o Jaburu e o Tachinha sido sorteados com garrafas de vinho. O Tachinha deu o brinde dele para um dos menos "novos" da turma que tinha sido um dos primeiros a chegar mas o seu número não tinha sido sorteado.
Foi uma tarde-reunião muito agradável.


Segue abaixo um caso relembrado pelo Jaburu lá no almoço.

Tachinha,
Por ocasião do almoço da turma do Caraça, um dos circunstantes, ao contar-nos um caso, fez-me lembrar do saudoso prof. Sebastião Expedito Meireles (Estopim 54/55).
Ele, certa vez, disse-nos que, em Teófilo Otoni, havia sido preso um filho de um cliente dele, homem muito rico. Procurado por este, dirigiu-se à Delegacia local.
Ao ser inteirado do fato, pelo Delegado, o Sebastião indagou:
"Doutor, não podemos resolver isto 'in specie"?
O policial redargüiu:
"Taí, gostei do seu latim"!
E o rapaz foi solto imediatamente,mediante paga de módica quantia!
Jaburu

domingo, novembro 25, 2007

Falacimento do irmão do Thúlio

Recebi o e-mail abaixo do Thúlio Trivelli (61/63). Infelizmente só fui abrir o e-mail no dia seguinte pela manhã e não pude ir ao velório dar um abraço no nosso amigo e sua família.
Que Deus acolha o Thelmo na sua paz e console a todos os seus familiares neste momento de tristeza.

Amigos

Comunico com pesar o falecimento de meu amigo e irmão Thelmo (54) ocorrido ontem dia 24, em Belo Horizonte às 06:30 da manhã.
Foi cremado no Parque Renascer as 17 hs de ontem

Abc.

Thúlio