sexta-feira, outubro 05, 2007

Almoço franciscano

Hoje, sexta-feira, tivemos um almoço a 4/5 cabeças. O Tachinha combinou com o Carlos Augusto (Coelhinho) e o Carlos César (Palito) para almoçarmos com o Carlos Antônio Gomes (Baixinho - 68/69), que o Tachinha imaginava ser o Cacá.
Fomos almoçar no Restaurante Alpino, na Rua Tupinambás, entre Av. Amazonas e Rua da Bahia.
O Alpino é um restaurante "a la carte" muito tradicional de Belo Horizonte e agora, acompanhando a modernidade atuais tem, também, uma parte como "self-service".
Ficamos nós 4 tomando uma cervejinha na parte de cima, onde funciona o "a la carte" e depois descemos para o almoço e quando estávamos na fila apareceu o Vitor Hugo Marcelino (Vitinho) que estudou em Betim na década de 60 e fomos nós 5 almoçarmos juntos.
Foi uma reunião muito franciscana e muito alegre.

Cervejinha de quinta-feira: 04 de outubro 2007

Na cervejinha desta quinta-feira, dia de São Francisco, estiveram presentes: Jaburu, Paulo Petermann, Amaury, Tachinha, Carlos Augusto (Coelhinho), José Lembi (Pelado), Júlio Cézar (Julinho).
Antes da cervejinha foram à missa de 7º dia pela alma de Gustavo, filho da Andréa e neto do João Marques (Cri) e Meiga: Jaburu, Tachinha, Renê, José Lembi, Divaldo (ex-seminarista de Itaúna) e apareceu por lá, depois de longos anos sumidos, o Luiz Antônio (Botafogo).

quarta-feira, outubro 03, 2007

Missa de 7º Dia.

A missa de 7º dia pela alma de Gustavo, filho da Andréa, e neto do João Marques (Cri) e da Meiga Vasconcelos será amanhã, dia 4, quinta-feira, às 19 horas, na Paróquia Nossa Senhora Rainha, Rua Modesto Carvalho Araújo, 227, no bairro Belvedere, ônibus: 9102 e 4113.

Artigo do Frei Cristóvão: Fundamentalismo e suas conseqüências.

Depois de um bom tempo ausente com seus e-mails aí vai mais um artigo do Frei Cristóvão que, na cervejinha, não espera nem você chegar direito e já vai distribuindo as folhas com os seus artigos.

FUNDAMENTALISMO E SUAS CONSEQUÊNCIAS

Crispação de opiniões – rejeição – imposição – agressão – violência - Intolerância

Conta-se o seguinte caso ocorrido com um capuchinho missionário na China. Convidado para falar sobre os fundamentos da antropologia cristã na universidade de Xangai, o frade franciscano discorreu brilhantemente sobre o tema; porém, no final, para concluir, afirmou com toda a segurança, fundamentado na sua argumentação anterior: “Esses princípios constituem a expressão verdadeira de toda e qualquer visão antropológica que se conhece”.
Foi, quando então, no fundo do auditório, um estudante chinês, alçou a voz dizendo: “Tenho um reparo a fazer sobre suas conclusões! Só conheço três verdades: uma, a minha; a outra, a sua; por fim, a verdade absoluta que se impõe por si mesma, que não é nem minha e nem sua, mas, de todos nós”!

Em tempos de transição, de grandes mudanças, mudança de época, quando tudo entra em crise, é questionado, sentimo-nos, com maior ou menor grau, inseguros. Muitos: confusos, desorientados.

A insegurança provoca, por vezes, atitudes de isolamento, de resistência à mudança; dificultando o diálogo, a abertura ao novo. Muitos, mais tímidos, se acautelam num mutismo pesado e doloroso. Já outros, se irritam, tornando-se agressivos, incomunicáveis, intolerantes.

O fundamentalismo se alimenta desta postura intransigente.

São muitos, vários os fundamentalismos: o ideológico, o religioso, o político, o econômico. Tentemos precisar melhor o que vem a ser uma postura fundamentalista.
Na sua essência o fundamentalismo vem a ser a sacralização de minha verdade, da verdade do meu grupo, com o risco de tornarmo-nos fanáticos.

O fundamentalismo ideológico transforma seus princípios, doutrinas como as únicas verdadeiras e dignas de existirem.
O fundamentalismo religioso professa que suas crenças religiosas, o seu Deus sejam os únicos que mereçam existir; as demais religiões devem ser eliminadas, pelo menos, na sociedade, em público.
O fundamentalismo político defende que determinado regime político como o mais acabado; os demais devem ser supressos. “Chegou-se ao fim da História”!
O fundamentalismo econômico faz do mercado a lei principal de todo processo produtivo: “Fora do Mercado não há salvação”!

“O drama de todos os fundamentalismos é, justamente, identificar a letra dos textos fundadores com a própria Palavra de Deus; ou, ainda, à maneira dos muçulmanos, como o Livro incriado que subsiste junto de Deus” (Cfr.Geffré, Claude, O futuro da religião entre fundamentalismo e Modernidade, in “Teologia para Outro Mundo Possível, L.C Susin org., Paulinas, SP, São Paulo, 2006: 231ss.)

O fundamentalismo escriturístico, seja o de certa ortodoxia muçulmana, seja o de certos protestantes neofundamentalistas, provém, sempre, de uma sacralização do texto sagrado e da ausência de uma leitura hermenêutica que leve a sério a contingência histórica de todo o texto(idem:328).

O fundamento do diálogo inter-religioso consiste em aderir, na fé, à verdade de minha tradição religiosa, reconhecendo, ao mesmo tempo, que a minha verdade não é exclusiva, nem sequer inclusiva, de toda outra verdade de ordem religiosa.( idem:328).
Segundo Geffré “O mistério daquele que chamamos de Deus ultrapassa as fronteiras e os limites de toda tradição religiosa.”

Religião alguma pode-se arvorar dona e proprietária do mistério de Deus e de sua graciosidade reveladora. Afinal, somos todos filhos de Deus e seu coração é bem maior do que nossos pecados e de nossa vaidade em pensar que somos nós, não os outros, os únicos agraciados pelo único e verdadeiro Deus, o nosso Deus, e não o Deus de todos.
freicristovao@gemail.com
Frei Cristóvão Pereira ofm.
Convento S.Francisco das Chagas, 02/10/2007, antevéspera da festa de S.Francisco.

terça-feira, outubro 02, 2007

Encontros no Caraça e na Borda do Campo

O Tachinha já tem programa para este e para o próximo final de semana.
No dia 06 ele irá de trem, numa viagem muito bonita, participar do encontro dos ex-seminaristas lazaristas lá no belo seminário do Caraça, onde já foi umas três vezes para participar do encontro deles.



No outro final de semana, no feriado, ele irá participar, por um dia, do encontro dos ex-seminaristas do Verbo Divino, no Instituto Missionário São Miguel, outro belo seminário em Antônio Carlos, cidade perto de Barbacena. O local também é conhecido como Borda do Campo.
Lá na Borda o Tachinha já esteve, também, por três vezes no encontro deles e é onde estudou o Milton, companheiro constante da mesa ao lado nas nossas cervejinhas das quintas-feiras.

segunda-feira, outubro 01, 2007

Anjos da guarda de plantão ...??

Na semana passada eu coloquei está postagem contando o caso abaixo sobre o golpe do telefone e a chegada do Valter Toledo Primeiro (Veizinho) ao mesmo tempo em que eu tentava achar o telefone dele para informar sobre o assunto do Golpe do Telefone.

Pois bem, na quinta-feira, dia 27/09, o Carlos Antônio Ferreira (Carlinhos - 58/61) ligou de Divinópolis para o Tachinha perguntando se ele (eu) conhecia alguém do Pitágoras, pois o Pitágoras (grande grupo de ensino aqui de Belo Horizonte e do qual o ministro Mares Guias é um dos donos) comprou a FADOM - Faculdade do Oeste de Minas, de Divinópolis, onde ele, Carlinhos, dá aulas há mais de 20 anos e, obviamente está preocupado com esta mudança de donos.
O Tachinha ia verificar com o Noraldino (Chibeta) que era dono de editora e deve ter tido muito contato com diretores de escolas e com o Rosemiro Leal que é professor de Direito de uma (???) faculdade particular mas, hoje, após chegar de ensaio do Coral Gregoriano e, obviamente, tomar uma(s) cervejinha(s) para recuperar as energias vocais, ele recebe um telefonema lá do fim do mundo, de Serra dos Carajás, bem no meio do mato lá no Pará onde ele dá aula no Colégio Pitágoras, onde a Vale do Rio Doce explora minério.
Era o Nilmar Vasconcelos (Bigode - 74/76), ligando lá do meio de jacarés, cobras e antas (os animais, e não outras antas...) pedindo o telefone do Geraldo Valadão (Valadão - 75/79) pois um amigo dele, Nilmar, está saindo da Serra dos Carajás para ser diretor do Pitágoras em Divinópolis e está precisando de encontrar uma casa para alugar e outras dicas sobre a cidade e, nestas circunstâncias, obviamente, o Carlinhos não precisará ficar preocupado pois ele mesmo, Carlinhos, terá condições de dar a devida atenção ao seu novo-futuro chefe.
Agora o Nilmar irá ocupar o cargo de diretor do Colégio Pitágoras lá nos confins do mundo, no lugar do que irá para Divinópolis.
Depois desta notícia do Nilmar, vinda lá do meio do mato, leia a seguir (se já não tiver lido) esta outra coincidência e "cruzamento" de momentos.

Golpe do telefone
Entre os vários golpes que os pilantras de plantão (não são da Câmara dos Deputados nem do Senado Federal) usam para tentar pegar mais um incauto ou ganancioso é o de mandar mensagem pelo celular informando que o seu número de telefone foi premiado com um carro ou outro prêmio.
O Valter Toledo Primeiro (Veizinho - 60/65) de vez em quando aparece no apartamento do Tachinha para perder algumas partidas de xadrez mas, às vezes, o Tachinha marca touca e perde também.
Certo dia ele disse que tinha sido informado por telefone que havia ganho um prêmio e que precisava indicar o número de telefone de algum amigo e perguntou-me se podia indicar o número do meu telefone para se habilitar ao referido prêmio.
Eu, já imaginando o tipo de "prêmio" e a situação gelada que poderia estar entrando, não o autorizei a fazer tal coisa.
Hoje de manhã recebi um telefonema de um colega da secretaria dizendo que o mesmo tinha recebido uma mensagem no celular informando que ele tinha ganho um carro (????????) de presente do SBT e que precisava ligar para um determinado número de telefone e que a tal ligação teria que ser feita de um telefone fixo particular.
Eu, de imediato, questionei-o sobre tal "premiação" e ele me disse que iria me mostrar os detalhes assim que chegasse ao meu apartamento.
Uns 10 minutos depois ele apareceu aqui em casa e mostrou-me a tal mensagem e o número do telefone a ser chamado.
Eu, já imaginando que ganhar um carro em sorteio sem ter se habilitado de alguma forma para participar do tal sorteio não tem nenhuma lógica, nem aqui nem na China, disse a ele que primeiro iria ligar para o SBT ou para alguma telefônica para saber a origem de tal número ou de tal "premiação"
Este colega e eu ficamos conversando por uns 2 minutos e nesse tempo falei com ele sobre o mesmo caso que o Veizinho tinha me pedido e que iria tentar localizar o telefone do Valter para perguntar sobre o desfecho do tal pedido que ele me fez há algum tempo.
Para minha surpresa, e após estes 2 minutos de conversa, o Veizinho, que nunca aparece aqui em casa pela manhã, bate na porta.
Realmente achei a chegada do Veizinho, logo após a chegada do meu amigo, uma coisa muito estranha (????) pelo inusitado da situação.
O Veizinho informou que havia ligado para o tal número e, conforme informações recebidas e para receber o prêmio, ele deveria informar alguns dados e depositar uma importância para liberar os papéis do tal objeto do sorteio e ele está esperando o prêmio até hoje.
O que achei de inusitado e estranho neste caso é que os "dois sortudos" chegaram quase na mesma hora.
Como dizia o colunista Ibrahim Sued: "cavalo não sobre escada".

Eu, Tachinha, tenho o meu e-mail sorteado todas as semanas e recebo mensagens que tal loteria me premiou com tantos milhões de dólares e que devo clicar aqui ou ali para poder "receber" a tal bolada.

Por falar em golpes, segue a mensagem do Frei Oton sobre os recados que recebi (mais de 8) no Orkut com a foto dele e pedindo para visitar tal link e votar numa foto (???) dele para participar de algum concurso:

*FREI OTON*:
saudações de roma. ontem tava fuçando no seu blog e achei a notícia que te enviei sobre o virus sobre fotos. bem, o que resolveu meu caso foi um anti-virus chamado KASPERSKY, pq os que eu tinha foram inúteis. forte abraço (saudável).

Parabéns pela formatura

Enviamos o e-mail parabenizando a Letícia de Matos Gonçalves pela sua formatura em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Ouro Preto, neste final de semana.
Ela enviou um convite para os amigos do Enfrades, convite, por sinal, muito bonito.
A Letícia é filha do Adeir e da Vera.
O Adeir, para quem não sabe ou não se lembra, é um dos "cobradores" lá no final dos nossos encontros em Santos Dumont.


Querida Letícia,

Não tendo sido possível abraçá-la pessoalmente, enviamos os nossos parabéns pela sua formatura.

Desejamos que está sua luta para conseguir os seus objetivos seja recompensada com muito sucesso na sua carreira profissional e que nela você realize os seus sonhos.

Enviamos, também, o nosso abraço para seus pais, felizes cúmplices de sua vitória.

Felicidades, hoje e sempre.

Abraços dos amigos do ENFRADES.

Altair Costa (Tachinha)

Atleticanos não gostaram.

Os atleticanos não gostaram da morte do Olavo no final da novela Paraíso Tropical, pois ele salvou a Bebel da zona e bem que poderia salvar o Atlético também da zona... de rebaixamento.

domingo, setembro 30, 2007

Aniversariantes do mês de outubro

Segue abaixo a lista dos aniversariantes do mês de outubro. Se você aniversaria em outubro e o seu nome não está na lista é porque a sua ficha está incompleta e, neste caso informe a data do seu aniversário para o Tachinha.

1 Flávio dos Santos (Irmão) (88/92)
1 Renato Rocha Pinto (64/67)
2 Heraldo Martins Barbosa (Braço Forte) (87/89)
3 Darcy Antônio Ribeiro (66/69)
3 Ambrósio Ferreira de Almeida (Retratista) (44/48)
3 Henrique Olegario Pacheco (79/80)
4 Edgard Gurgel Valente Filho (Gazinho) (69)
4 Francisco Esteves Pimenta (77)
4 Mauro Lúcio Serretti (Serretti) (53)
4 Salvador Teixeira de Carvalho (Chandu) (57/59)
4 Francisco A. Carvalho Pinto (Marta Rocha/Chico Pinto) (55/61)
4 Francisco de Assis de Oliveira (Chico Preto) (89/92)
4 Frei Edson Roberto dos Santos
5 Humberto Esteves Rufo (Caburé) (51/52)
5 Jaime Augusto da Silva (Maria Mole) (68)
5 José Abdo Adjaude Neto (48/49)
5 José Marcelo de Oliveira Pereira (Cebolinha) (65)
5 Salvino José dos Santos Medeiros (Sal Medeiros) (76/78)
5 José Ailton Figueiredo (Salaminho) (84/86)
6 Celso Lage Júnior (65/68)
6 Durval de Jesus Moreira Filho (81)
6 Romero Assis de Andrade (80/84)
7 Paulo Augusto Podestá Botelho (Debanda) (56/58)
7 Vicente Fernando Alves (Toddy) (58/59)
7 Cláudio Teodoro Alves (84/89)
8 Murilo Antônio de Oliveira (Gorila) (50/52)
8 Rogério Ribas da Cruz (87)
9 Frei Patrício Moura Fonseca (Candoca)
9 Salvador Bambino Filho (82/86)
10 Francisco de Almeida Campos (Vaqueiro) (56/58)
10 Francisco Della Croce (Chico Dela) (45/53)
10 Hélio Pinheiro de Mattos (Baiano) (54/57)
10 Orlando Ribeiro Maia (64)
10 Frei Marino van Vondelen
11 José Alcides da Costa Neto (Tuca) (79/81)
11 Marcos Antônio Rocha (96)
12 Altair Felício da Silva (86/88)
12 Joao Cardoso Machado (Cardoso) (56/62)
12 Francisco de Oliveira Lara (Kiko Lara) (69)
13 Danilo Carneiro (50/52)
13 Francisco Raimundo de Freitas (61/62)
13 José Orlando Caetano Gomes (74/76)
13 Alexandre Barbosa Soares (83)
14 José Carlos Moreira (Melancia) (59/60)
14 Frei Manoel Smeltink
14 Geraldo Tadeu Pires de Morais (Tadeu) (64)
15 Henrique Gomes da Cruz (60/62)
15 Reni Faria Guimarães (68)
15 Dom Hugo van Steekelenburg
16 Carlos Ivanir Rodrigues (Tampinha) (60)
16 Geraldo Ribeiro de Carvalho (Morte) (50/51)
17 Carlos Magno Ferreira (62/64)
17 José Agostinho Ferreira (Asturdia) (57/60)
17 Jorge Francisco de Morais (Chicão) (77/83)
18 José Geraldo Miranda de Andrade (Coruja) (52/60)
18 Cipriano Chaves de Resende (57/60)
19 Ronaldo Alves Pereira (Tibau) (60/62)
19 Jose Maria Bueno dos Reis (61/62)
20 Geraldo Faria da Silva (Faria) (61/64)
20 Elvécio de Oliveira Rezende (66)
20 Antônio do Carmo Silva (91)
21 Caio Lúcio de Almeida (61)
21 Élvio Caio de Oliveira Garcia (76)
21 Frei Clésio Ferreira de Lacerda
22 Décio Ribeiro de Castro Vasconcelos (Tico-Tico) (43/49)
22 Frei Eduardo Metz
23 Vicente de Paula Costa (Galinho) (51/57)
23 Antonino José de Jesus (Pinduca) (59)
23 João Dias Lima de Carvalho (67)
24 Antônio Queiroz (42)
24 Geraldo Magela Pereira da Costa (Jacaré) (50/51)
25 Wilde Costa (Lumbrega) (59/65)
25 Frei Cleto Eggink
26 Jairo José Saliba (60/63)
26 Felício Antônio Costa (89/91)
26 Gilberto Carreiro (83/85)
26 Evangelista Luciano da Silva (88/89)
28 Gilson José de Carvalho (83/91)
28 Manuel Ribeiro Maia Cardoso (63)
29 Narciso Barbosa da Silva (Foguete) (56/62)
29 Rômulo Viana Magalhães (77/78)
29 Geraldo Marcelino Quetz (84/87)
30 Dante da Cunha Sousa (Elefante) (64/67)
30 Fernando de Oliveira Rodrigues (Pregüiça) (63/66)
30 David Dias Guimarães (77/79)
30 Frei Gustavo Driessen
30 Frei Fabiano Aguilar Satler
31 Geraldo Majela Garrocho Faria (Chico Tripa) (51/58)
31 Eraldo Marcos Carneiro (Ligue-Ligue) (59/67)