sábado, setembro 30, 2006

Artigos do Rosário:

Veja abaixo dois artigos enviados pelo Rosário:

151 - Felicidade e paz

- publicado em 20/09/2006.

Parabéns ao leitor Jethro Mourão da Cunha pelo artigo: "Felicidade" de 28/08. Todos nós fomos criados para sermos felizes, mas a felicidade não se compra com dinheiro, é conquistada com amor e sabedoria. Todos querem viver bem e em paz, e, para que isso aconteça, temos que aprender a conviver bem com todos e sempre buscando a paz. Está escrito: "Eu vim para que todos tenham vida e a tenham em abundância" (Jo 10,10).
Os fundamentos da felicidade são: ser plenamente fiel em todos os nossos compromissos, principalmente na vida conjugal; confiar no outro ou na outra; gostar daquilo que temos; não invejar os nossos próximos; descobrir quem realmente somos; servir sem esperar nenhum retorno e amar de uma forma incondicional.
Temos que aprender a viver conforme os ensinamentos de Jesus, eis alguns: "Pois o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos" (Mc 10,45) e "Isso vos mando: amai-vos uns aos outros" (João 15,17). Viver amando e sendo amado gera a felicidade.
Rosário Américo de Resende.
Ex-professor da UFMG. Belo Horizonte, 28/08/2006.
152 - O Papa e o diálogo (Muçulmanos)
- publicado em 27/09/2006.
Parabéns ao novo colunista de O TEMPO, padre J. B. Libânio, pelo artigo: "O delicado caminho do diálogo" (Opinião, 24/9), no qual comentou o discurso do papa Bento XVI na Universidade de Ratisbona. Realmente existiram e existem ainda muitos erros graves no relacionamento entre os mundos cristão e muçulmano. O caminho da boa convivência entre cristãos e muçulmanos tem que passar pelo reconhecimento dos próprios erros, pelo pedido de perdão e pela prática do amor.
O papa Bento XVI colaboraria imensamente para um bom diálogo e a paz entre os povos se pedisse perdão aos nossos irmãos muçulmanos pelos erros e crimes cometidos pelos exércitos cristãos, nos séculos XIII e XIV, nas cruzadas ou guerras santas, que foram organizadas para reconquistar os lugares sagrados para os cristãos na Terra Santa. O papa ainda poderia explicar que qualquer tipo de guerra só dificulta o estabelecimento da paz verdadeira entre os povos e Jesus nos ensinou a amar a todos, inclusive aos inimigos, então nenhuma guerra pode ser agradável a Deus. Quem deseja paz nunca deve condenar ou atacar aquilo que é sagrado para os outros.
Rosário Américo de Resende.
Ex-professor da UFMG. Belo Horizonte, 25/09/2006.

terça-feira, setembro 26, 2006

Eleições: candidato

As eleições já estão aí e informo que o único colega do Enfrades que está se habilitando a uma vaga no próximo domingo é o JÉSUS Mário de Almeida LIMA (Trombada) que é candidato a deputado federal pelo PT com o nº 1320.
O Jésus foi prefeito de Betim e sobreviveu a um grave atentado à bala na época de sua administração.