quarta-feira, agosto 23, 2006

Três artigos do Rosário: Verdade e Dogma; a Bíblia; e Fidel

Leia abaixo os três últimos artigos enviados pelo Rosário.

Paz plena... paz plena... paz plena...
Irmãos e companheiros de evolução. Eis mais um artigo meu, que foi publicado no jornal O TEMPO. O meu 3º parágrafo foi todo eliminado. No 4º parágrafo o responsável pelo jornal fez uma mudança, que, para mim, mudou muito o sentido do meu trabalho, pois foi escrito: "Pedi a um bispo a explicação..." e a minha escrita é: "Escrevi para um bispo a explicação...". Mas mesmo assim já está bom. Realmente escrevi a explicação do mistério da "SANTÍSSIMA TRINDADE" para o bispo Dom Célio e ele não me respondeu nada.
Paz plena para todos.
Rosário Américo de Resende.

147- Verdade e dogmas - publicado em 16/08/2006.
Quero agradecer ao leitor Flávio Edson Batista pelo seu artigo: "Dogmas", de 15/08. Realmente a verdade só passa a ser esclarecida e compreendida quando nos tornamos livres para pensar: "Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" (Jo 8,32).
Qualquer dogma religioso é apresentado como incontestável e indiscutível, mas como também é inexplicável, então dizem que é mistério. Por causa do mistério são aceitos princípios irracionais e nem lógicos. Para mim, a saída de quem ainda não sabe é dizer que é mistério e milagre, como dogma é o meio de quem manda impor a vontade dele.
Ouvi de um padre jesuíta esses ensinamentos: 'O Deus de muitos cristãos não é cristão' e 'o medo de pensar no já pensado'. Veja a resposta dele para essa minha pergunta: "Como o senhor, padre, explica o momento da morte? O corpo fica aqui e o espírito volta para Deus. Isso não é a prova do dualismo?" Ele respondeu: "Jesus não explicou isso, então eu também não vou explicar". Ele também não permitiu um debate sobre a transfiguração de Jesus, quando apareceram ao lado de Jesus os espíritos de Moisés e Elias, e eu disse que era uma autêntica reunião de materialização.
Escrevi para um bispo a explicação do mistério do 'Deus Trino' e ele não me respondeu nada, nem para dizer que eu estava errado, simplesmente silenciou. Será o medo de entender que não aprendeu certo?
Rosário Américo de Resende. Ex-professor da UFMG. Belo Horizonte, 15/08/2006.
148 - A Bíblia e a paz - publicado em 20/08/2006.
Meu irmão Eustáquio Duarte, muito obrigado pelo seu artigo: "O pacifista" de 16/08, pois me deu mais uma oportunidade de falar sobre a paz. Todos querem viver bem e em paz, mas para isso temos que aprender a conviver bem e em paz.
A partir de 1980 derrubei todos os muros, que dividem os religiosos e passei a ir a qualquer templo religioso para aprender e entender mais sobre o porquê das divisões e divergências dos religiosos. Tive que afastar de muitas casas religiosas só porque defendia a união das religiões e ou a paz.
Fui estudar e pesquisar na Bíblia tudo sobre a paz e encontrei as fantásticas profecias sobre a paz, vi e entendi como quase todos os teólogos de todas as religiões não entendiam os ensinamentos bíblicos sobre a paz e nem viviam conforme os mesmos. Vou citar alguns: "Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a terra" (Mt 5,4). "Então haverá um só rebanho, um só pastor" (Jo 10,16). "Ele julgará as nações, ele corrigirá a muitos povos. Estes quebrarão as suas espadas, transformando-as em relhas, e as suas lanças, a fim de fazerem podadeiras. Uma nação não levantará a espada contra a outra, e nem se aprenderá mais a fazer guerra" (Is 2,4) e "Como são belos, sobre os montes, os pés do mensageiro que anuncia a paz, do que proclama boas novas e anuncia a salvação, do que diz a Sião: 'O teu Deus reina'" (Is 52,7). Isaías é o profeta da paz e da era messiânica, que está próxima e todos receberão os frutos da paz plena...
Rosário Américo de Resende, ex-professor da UFMG.
Belo Horizonte, 18/08/2006.

Paz plena... Paz plena... Paz plena...
Irmãos ENFRADES, PAZ e LUZ.
Eu não gosto de escrever sobre assuntos políticos por razões obvias, pois é difícil encontrar uma pessoa honesta entre os políticos. Eu tenho um livro, cujo título é: "Missão ao planeta Azul". O enredo o trabalho de um missionário enviado ao Planeta Azul.Mas o interessante foi o processo de escolha desse missionário, pois o autor escreve uma reunião de Deus (O Chefão) com os seus assessores diretos. O Chefão vai dando logo as coordenadas:"O meu filho eu não mando mais, pois eu o enviei uma vez e eles o mataram!". "Tem que ser alguém originário do Planeta Azul, senão não conseguirá entender aquele povo!". "Agora, político, mesmo que já tenha algum aqui entre nós, não serve para essa missão por razões óbvias!". Foi escolhido o matemático grego, que é conhecido por PI, o número 3,1416...
Em 1984, logo após ter ficado viúvo, recebi a visita do meu irmão padre, frei Basílio. Logo que ele tocou a campainha, tomei a decisão de conversar sobre política, pois no campo religioso o diálogo era impossível. Após muito papo, eu falei para ele: "Hoje já pode falar em comunismo, que não seremos presos por isso. Mas os ensinamentos do Evangelho e do comunismo teoricamente são iguais, mas a prática não. Quando o padre fala do Evangelho para os fiéis e quem não os conhece irá taxar o padre de comunista ou mesmo de vermelho; quando os agentes do DOPS chegam prendem o padre e por isso tivemos vários casos de padres presos como comunistas e o Dom Helder é chamado de "bispo vermelho". Já quando a agenciador é um comunista e "os homens chegam", ele é o primeiro a fugir e deixa as ovelhas sem pastor, pois eles são lobos vestidos com peles de ovelhas. Eu vivi por um ano realmente dentro de um sistema comunista e evangélico, quando passei um ano fazendo o noviciado no convento em Betim". Ai o Basílio falou: "Eu estou gostando destas suas idéias". Paz plena para você, irmão, e para todos...
Rosário

149 - A Cuba de Fidel - publicado em 23/08/2006.
O caderno Internacional especial de O TEMPO de 13/08/2006 foi todo dedicado aos 80 anos de Fidel Castro. Eu não consigo correlacionar um verdadeiro líder socialista com o um ditador, que derrubou um outro ditador, o Fulgêncio Batista e está no poder desde 01/01/1959.
Que sistema socialista é esse que é unipartidário, autoritário e tirânico? Que traz cem mil cubanos presos e onde 17 mil já foram fuzilados desde 1959? Que socialismo é esse onde ninguém pode falar contra o líder e seu governo?
Fidel só conseguiu ficar quase meio século no poder e com um poder tirânico em Cuba porque todo o sistema foi subvencionado pela extinta União Soviética e assim os cubanos puderam se dedicar aos esportes e aos estudos. O sistema de dominação do comunismo ateu necessitava de uma representação fora da Cortina de Ferro e Cuba serviu muito bem para isso. Os regimes comunistas se mantiveram no poder por várias décadas porque sempre tomaram o poder por revoluções e assim mataram ou prenderam em campos de concentração todos os adversários políticos, acusados de serem inimigos do povo.
A terra necessita sim de sistemas verdadeiramente socialistas, que respeitam a todos e nunca de tiranias de uns 5 a 10% sobre os 95 a 90% da população. Os verdadeiros sistemas socialistas serão realmente humanos e bons para todos, isso só será possível com a vinda da era messiânica, que está próxima.
Rosário Américo de Resende, ex-professor da UFMG.
Belo Horizonte, 22/08/2006.

terça-feira, agosto 22, 2006

Comparações em época de campanha eleitoral:

Envio abaixo um e-mail que recebi com umas comparações que não dão certo no Brasil.

Diamantina, interior de Minas, 1914.
O jovem Juscelino Kubitschek, de 12 anos, ganha seu primeiro par de sapato. Passou fome. Jurou estudar e ser alguém. Com inúmeras dificuldades, concluiu Medicina e se especializou em Paris. Como presidente, modernizou o Brasil. Legou um rol impressionante de obras; humilde e obstinado, era e ainda é querido por todos até hoje.
Brasília, 2003.
Lula assume a presidência. Arrogante, se vangloria de não ter estudado. Acha bobagem falar inglês. "Tenho diploma da vida", afirma. E para ele basta. Meses depois, diz que ler é um hábito chato. Quando era sindicalista, percebeu que poderia ganhar sem estudar, e sem trabalhar, sua meta até hoje, ao que parece. Exemplo para estudantes e trabalhadores...
Londres, 1940. Os bombardeios são diários, e uma invasão aeronaval nazista é iminente. O primeiro-ministro W. Churchill pede ao rei George VI que vá para o Canadá. Tranqüilo, o rei avisa que não vai. Churchill insiste: então que, ao menos,vá a rainha com as filhas. Elas não aceitam e a filha mais velha entra no exército britânico; como tenente-enfermeira, sua função é recolher feridos em meio aos bombardeios. Hoje ela é a rainha Elizabeth II.
Brasília, 2005. A primeira-dama Marisa Letícia requer cidadania italiana - e consegue. Explica, ingenuamente, que quer "um futuro melhor para seus filhos...".
Washington, 1974. A imprensa americana descobre que o presidente Richard Nixon está envolvido até o pescoço no caso Watergate. Ele nega, mas jornais e Congresso o encostam contra a parede, e ele acaba confessando. Renuncia nesse mesmo ano, pedindo desculpas ao povo.
Brasília, 2005. Flagrado no maior escândalo de corrupção da história do País, e tentando disfarçar o desvio de dinheiro público em caixa 2, Lula é instado a se explicar. Ante as muitas provas, Lula repete o "eu não sabia de nada!", e ainda acusa a imprensa de persegui-lo, posando como vítima. Disse que foi "traído...", mas não conta por quem.
Londres, 2001. O filho mais velho do primeiro-ministro Tony Blair é detido, embriagado,pela polícia. Sem saber quem ele é, avisam que vão ligar para seu pai buscá-lo. Com medo de envolver o pai num escândalo, o adolescente dá um nome falso. A polícia descobre e chama Blair, que vai sozinho à delegacia buscar o filho, numa madrugada chuvosa. Pediu desculpas ao povo pelos erros do filho.
Brasília, 2005. O filho mais velho de Lula, o Fábio Luis Lula da Silva, é descoberto recebendo R$ 5 milhões de uma empresa financiada com dinheiro público. Alega que recebeu a fortuna vendendo sua empresa Gamecorp, de fundo de quintal, que não valia nem um décimo disso. O pai, raivoso, o defende e diz que não admite que envolvam seu filhinho mimado nessa "sujeira". Qual sujeira?
Nova Délhi, 2003. O primeiro-ministro indiano pretende comprar um avião novo para suas viagens. Adquire um excelente, brasileiríssimo EMB 195, da Embraer, por US$ 10 milhões.
Brasília, 2003. Lula quer um avião novo para a presidência. Fabricado no Brasil não serve. Como todo novo-rico quer um dos caros, de um consórcio anglo-alemão. Gasta US$ 57 milhões e manda decorar a aeronave de luxo nos EUA.
NÓS MERECEMOS OS GOVERNANTES QUE TEMOS? O QUE FIZEMOS E O QUE FAREMOS ? OUTUBRO ESTÁ CHEGANDO. CABE A CADA UM DE NÓS MUDARMOS ESSA SITUAÇÃO.