sexta-feira, dezembro 09, 2005

Textos do Rosário:

Estou incluindo, aos poucos, os textos que o Rosário mandou. Ele estava há um bom tempo sem enviá-los (e olha que ele já está aposentado).
112 - Emparedar Lula? - publicado em 21/07/2005.

Lendo os artigos do teólogo Leonardo Boff pode-se ver que o Boff é um homem de grandes e fantásticos conhecimentos, mas está confuso e perdido como mostram os artigos sofistas dele. O de 15/05/2005 continua na mesma linha de pensamento, quando pretende apresentar o presidente Lula como a solução de todos os problemas. Ele parece esquecer que um excelente pedreiro pode ser um péssimo mestre de obra, como também um ótimo padre pode ser um administrador de péssimas qualidades e nunca poderá ser um candidato ao papado.
Para mim o teólogo Boff desde que deixou a hierarquia da Igreja Católica está perdido no labirinto do jogo de palavras e não chega a lugar nenhum. Ele não quis seguir os votos feitos de obediência, pobreza e castidade, e nem ser um outro Teilhard de Chardin, que mostraria para a cúpula da igreja a verdade evangélica de uma forma simples, humilde, nua e crua. Caso ele obedecesse poderia provar com a própria vida a verdade e a pureza da Teologia da Libertação, mas abandonou o barco e não quis mais viver como um humilde frei franciscano.
No meu ponto de vista o teólogo Boff só conseguirá ter novamente uma visão clara e lúcida da verdade libertadora quando entender e defender a visão evolutiva pelas vidas sucessivas, onde todos alcançarão a salvação pela auto-redenção. Nesse momento ele será muito útil para a harmonia e evolução de toda a humanidade. Está escrito: “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará” (Jo 8,32).
Rosário Américo de Resende, ex-professor da UFMG. Belo Horizonte, 17/07/2005.

113 - Fanáticos - publicado em 28/07/2005.

Enquanto lia a página Internacional de O TEMPO de 14/07/2005 ia pensando e raciocinando com os meus botões sobre os enigmas da vida. Quando a sociedade se depara com atos terroristas sempre os líderes políticos encontram rapidamente os responsáveis, que em muitas vezes já estão mortos e os apresentam como bodes expiatórios ou fanáticos jovens suicidas.
Agora faço essas perguntas: O que levou tais jovens a tomarem essa estrema decisão? Quais são os atos mais perversos ou criminosos para a humanidade o que aconteceu em Londres ou a decisão do presidente Bush em jogar toneladas de bombas no Afeganistão e no Iraque com total apoio e colaboração dos primeiros ministros da Inglaterra, da Espanha e de outros líderes políticos?
O atual governo ditatorial de Cuba, a menina dos olhos de muitos petistas, foi fruto de movimentos guerrilheiros contra o ditador Batista e mudou-se apenas de ditador. A maioria dos que governam o Brasil hoje foram jovens fanáticos, que foram doutrinados na linha cubana e tentaram apossar do poder central de uma forma ilegal, por fim foram parar na clandestinidade. Espanta-me muito que vários intelectuais julgaram que o governo deles seria uma sumidade de ética e lisura. Também existem os falsos pastores, que usam o nome de Deus em vão para extorquir dinheiro dos incautos e fanáticos fiéis, e quando são desmascarados falam em alto e bom tom: “Eu sou um homem de Deus”, mas só querem as coisas de César.
A saída ou a solução para tudo isso é colocar em prática o mandamento do amor e que todos aprendem, na vida prática, a somar e dividir com perfeição. A terra é boa, grande, dá frutos e moradia para todos. Quando isso tornar-se uma realidade teremos implantado na terra o sistema da paz plena e o início da administração messiânica, que já foi profetizada pela Bíblia Sagrada e é esperada por todos.
Rosário Américo de Resende, ex-professor da UFMG. Belo Horizonte, 17/07/2005.

Nenhum comentário:

Postar um comentário